Connect with us

Cidades

Rondônia recebe do Ministério da Saúde mais 27.500 doses de vacinas contra a covid-19

Publicado

on

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), recebeu nesta terça-feira (20), na Central de Rede de Frios, em Porto Velho, mais um lote com 27.500 doses de vacina contra a covid-19, sendo 10.300 da AstraZeneca e 17.200 doses da CoronaVac.

De acordo com o diretor-geral da Agevisa, coronel BM Gilvander Gregório de Lima, “essa remessa é destinada para aplicação da 1ª dose AstraZeneca em pessoas de 50 a 54 anos e da 1ª e 2ª doses da CoronaVac em pessoas de 50 a 54 anos seguindo o Plano Nacional de Operacionalização (PNO) definido pelo Ministério da Saúde, por isso é importante que esse público procure os locais de vacinação nos seus municípios para tomar a vacina”, ressaltou o diretor.

O secretário da Sesau, Fernando Máximo, esclareceu que “as doses recebidas hoje serão distribuídas para as seis Gerências Regionais de Saúde (GRS), localizadas em Ji-Paraná, Cacoal, Vilhena, Ariquemes, Rolim de Moura e Porto Velho”, disse o secretário. Ele também explica que outras outras doses de AstraZeneca (39.500) e Pfizer (10.530) estão prevista para serem enviadas para Rondônia nesta quarta-feira (21).

DISTRIBUIÇÃO

Fernando Máximo disse também que tem recebido muitos questionamentos das Prefeituras em relação a quantidade de vacinas destinadas para cada município e esclareceu que “a divisão das doses é feita de acordo com o PNO do Ministério da Saúde que leva em conta a quantidade de pessoas por grupos prioritários e não a população de cada município”, frisou.

Até o momento, de acordo com o último boletim da Sesau, 48,7% da população vacinável já receberam a 1ª dose e 16.1% foram imunizados com a 2ª dose em todo o Estado, lembrando que os dados devem ser atualizados em tempo real pelas prefeituras.

Esse índice tende a aumentar com a redução no intervalo entre as duas doses. A medida foi adotada em Rondônia em relação a 2ª dose das vacinas AstraZeneca e Pfizer, para garantir a proteção contra a variante Delta do coronavírus que circula em todo o país. De acordo com o novo protocolo adotado pela Sesau, a 2ª dosagem de ambas possam ser aplicadas em 45 e 60 dias, respectivamente.

“SOS VACINAÇÃO”

O secretário da Sesau, Fernando Máximo, ainda salientou que “o Governo tem promovido, principalmente em municípios de fronteira, a mobilização “SOS Vacinação” para dar mais agilidade ao processo de imunização da população com as doses extras recebidas do Ministério da Saúde para esse fim”, finalizou destacando a agilidade na distribuição, que coloca Rondônia em 4º lugar no ranking nacional brasileiro de distribuição de imunizantes aos municípios. Os três primeiros são: Mato Grosso do Sul (MS), Distrito Federal (DF) e Rio Grande do Sul (RS), conforme dados do Sistema de Informação de Insumos Estratégicos (Sies) do Ministério da Saúde.

Fonte:SECOM

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp