Connect with us

Saúde

Três meses após inauguração, viaduto Profissionais da Saúde passa por reformas em Ribeirão

Três meses após ser inaugurado, viaduto Profissionais da Saúde passa por obras de reparação. De acordo com a Empresa de Trânsito e Transporte Urbano de Ribeirão Preto (Transerp), na manhã desta terça-feira (11), a pista em direção à avenida Nove de julho foi totalmente interditada para restauração da malha asfáltica.  A obra, que interliga a…

Publicado

on

Três meses após inauguração, viaduto Profissionais da Saúde passa por reformas em Ribeirão

Três meses após ser inaugurado, viaduto Profissionais da Saúde passa por obras de reparação. De acordo com a Empresa de Trânsito e Transporte Urbano de Ribeirão Preto (Transerp), na manhã desta terça-feira (11), a pista em direção à avenida Nove de julho foi totalmente interditada para restauração da malha asfáltica. 

A obra, que interliga a avenida Maria de Jesus Condeixa com a avenida Antônio Diederichsen, foi inaugurada em fevereiro deste ano, sob alerta de engenheiros para possíveis restaurações que deveriam ser feitas no futuro, devido a problemas na estrutura da construção.

Em entrevista ao programa Thathi Repórter, em março deste ano, o engenheiro Lucas Miranda, já sinalizava falhas no viaduto, como problemas no alinhamento da estrutura, ondulações no asfalto e infiltrações. “Encontrar isso em uma estrutura que é novíssima, significa que em menos de dois ou três anos nós vamos ter que fazer reformas”. 

Veja no vídeo abaixo a entrevista completa de Correa Jr. com o engenheiro civil. 

De acordo com o engenheiro, um gasto que poderia ter sido evitado, se a obra tivesse sido feita com uma estrutura de qualidade. “É inadmissível isso”, disse o engenheiro, “a gente pagou caro em uma ponte e vamos ter que pagar mais caro para fazer a reforma”. 

Reforma

Diferente das previsões do engenheiro, a reforma, na verdade, veio três meses após a entrega do viaduto. Construída sobre o córrego Retiro Saudoso, na avenida Maria de Jesus Condeixa, a obra é a décima do programa Ribeirão Mobilidade. Iniciada em setembro de 2019, foi entregue em fevereiro deste ano, com orçamento de cerca de  R$15,5 milhões. Porém, mesmo antes da inauguração, já era possível ver ondulações no asfalto da ponte, veja no vídeo ao lado.

De acordo com a Transerp, a rodovia que vai em direção à avenida Nove de Julho foi interditada para os reparos na pavimentação. Em nota, a empresa pediu que os condutores redobrem a atenção e diminuam a velocidade para evitar acidentes. “Além disso, uma equipe técnica estará em monitoramento ao andamento dos serviços a fim de garantir a segurança necessária aos condutores e pedestres na região”.

Outro lado 

Em nota, a Secretaria de Obras informou que as alterações são realizadas sem ônus ao município e que já estavam contempladas pelo investimento previsto. “A empresa contratada está realizando os serviços das juntas de dilatação do pavimento para melhor condição do pavimento”, disse.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp