Connect with us

Política

Deputados provocam aglomeração em hospital em meio à pandemia

Parlamentares invadiram o Hospital Geral de Guarulhos na tarde de sexta-feira (16) e provocaram aglomeração em meio à pandemia de Covid-19, segundo a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo. Eles dizem que foram fazer uma fiscalização surpresa. Os deputados estaduais Arthur do Val (Patriota), conhecido como Mamãe Falei, e Ricardo Mellão (Novo), além do…

Publicado

on

Deputados provocam aglomeração em hospital em meio à pandemia

Parlamentares invadiram o Hospital Geral de Guarulhos na tarde de sexta-feira (16) e provocaram aglomeração em meio à pandemia de Covid-19, segundo a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo. Eles dizem que foram fazer uma fiscalização surpresa.

Os deputados estaduais Arthur do Val (Patriota), conhecido como Mamãe Falei, e Ricardo Mellão (Novo), além do deputado federal Kim Kataguiri (Democratas) chegaram ao hospital da Grande São Paulo por volta das 15h50. 

Eles percorrem corredores ao lado de assistentes, que gravam a ação, e passam ao lado de profissionais de saúde e pacientes.

Nesta sexta, o Hospital de Guarulhos tinha 60 pacientes internados com quadros graves da Covid-19, sendo 27 em leitos de enfermaria e 33 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Em suas redes sociais, o deputado Arthur do Val disse que foi fazer uma fiscalização na unidade de saúde porque enviou emendas para o hospital e precisava verificar se o trabalho estava sendo de forma correta. “Nós estamos enfrentando uma crise e neste momento nós temos que proteger e parabenizar os profissionais que estão na linha de frente”. O deputado disse que não usou de grosseria ou violência e que visitou apenas as áreas autorizadas pelo diretor do hospital.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde disse que “lamenta a postura dos parlamentares que invadiram o Hospital Geral de Guarulhos, colocando em risco pacientes e profissionais de saúde ao promover aglomeração e circular por áreas restritas para atendimento à população, em especial casos graves da Covid-19. A postura destoa do que é esperado de autoridades públicas, que deveriam ser exemplo e zelar pela segurança de todos.”

A pasta afirma ainda que todos os serviços estaduais de saúde seguem protocolos sanitários e de prevenção contra o novo coronavírus, que devem ser respeitados por qualquer pessoa.

“Além disso, estão permanentemente à disposição das autoridades, prezando sempre pelo bom senso e diálogo”, diz a nota.

Continue Reading

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp