Connect with us

Esporte

Mãe de Ronaldinho Gaúcho morre aos 71 anos

Morreu na noite de sábado (20), em Porto Alegre, Miguelina Elói Assis dos Santos, mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. Dona Miguelina tinha 71 anos e estava internada desde dezembro passado, devido a complicações do Covid-19. A informação foi divulgada pela Rádio Itatiaia e confirmada por pessoas que têm contato com funcionários de Ronaldinho. O sobrinho…

Publicado

on

Mãe de Ronaldinho Gaúcho morre aos 71 anos

Morreu na noite de sábado (20), em Porto Alegre, Miguelina Elói Assis dos Santos, mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. Dona Miguelina tinha 71 anos e estava internada desde dezembro passado, devido a complicações do Covid-19. A informação foi divulgada pela Rádio Itatiaia e confirmada por pessoas que têm contato com funcionários de Ronaldinho. O sobrinho de Ronaldinho, Diego Assis, também confirmou que sua avó “vai descansar”.

O próprio ídolo do futebol postou informações sobre a internação de Dona Miguelina nas redes sociais em dezembro.

No entanto, até agora, o ex-jogador da seleção nacional não fez comentários oficiais sobre a morte de sua mãe.

Ronaldinho substituiu sua foto em seu perfil do Instagram por uma imagem esmaecida, sugerindo condolências

A notícia da morte de Dona Miguelina causou reação imediata nas redes sociais. O atual prefeito de Belo Horizonte e ex-presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, expressou apoio a Ronaldinho.

O Atlético-MG tem uma relação especial com a mãe de Ronaldinho. Em 2012, quando o craque defendeu o clube mineiro, a torcida do Galo utilizou o rosto de Dona Miguelina para hastear uma enorme bandeira para o estádio, quando a mesma enfrentava a recuperação do câncer.

Coronavírus em Porto Alegre

A mãe do jogador Ronaldinho Gaúcho, Dona Miguelina, morreu no segundo dia após Porto Alegre ser listada como bandeira preta, a qual é considerada pelo estado como a etapa mais rigorosa na luta contra o coronavírus.

Segundo o governo do estado, a bandeira preta indica alto risco de esgotamento de patógenos em hospitais e alto índice de disseminação do vírus.

Na sexta-feira (19), o governador Eduardo Leite (PSDB) anunciou que, das 22h às 5h de sábado, o estado suspenderá as atividades. Além disso, alguns serviços considerados não-essenciais não funcionarão mais.

Entre eles, estão o comércio varejista e atacadista em ruas e shopping centers, clubes, salões de beleza e pet shops.

Segundo dados do governo estadual, Porto Alegre registrou até o momento 85.000 casos de Covid-19 e 2.296 mortes. Na cidade, a taxa de ocupação de 21 hospitais que atendem pacientes com COVID-9 é de 84,1%. No total, 889 pessoas foram hospitalizadas devido à doença e outras 152 são consideradas como casos suspeitos.

Os dados foram divulgados às 21h30 deste sábado.

No Hospital Mãe de Deus, onde Miguelina se encontrava internada, foram internados 40 doentes Covid-19 e outros 44 doentes com suspeita de ter a doença. A taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto do setor saúde é de 96,7%.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS







Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp