Connect with us

Esporte

Ponte tinha ofertas do mundo árabe e do Flamengo por Zanocelo; veja bastidores

Publicado

on

O anúncio da Ponte Preta sobre a venda de Vinicius Zanocelo causou surpresa na noite do último sábado. Não pela transferência em si, o que já era algo costurado pelas partes há algum tempo, mas pelo destino do meia de 19 anos, principalmente para quem era monitorado por clubes europeus e com convocações recentes para a seleção sub-20.

O acerto com a Ferroviária foi o último capítulo de uma “queda de braço” entre diretoria e representantes do atleta, e no fim, conforme a própria Macaca divulgou em seu site oficial, pesou o “plano de carreira delineado pelos próprios empresários”.

A Ponte vai levar em torno de R$ 2,3 milhões pela venda de parte dos direitos econômicos e, pelo que apurou a reportagem do ge, ainda ficará com cerca de 15% para transferências futuras. Mas foi a pior entre as opções possíveis para os cofres alvinegros.

Com o interesse e (principalmente) a necessidade de negociar Vinicius de imediato, a Ponte tinha na mesa duas propostas financeiramente melhores: do mundo árabe e do Flamengo.

A oferta do mundo árabe era a mais vantajosa, tanto para o clube como na questão salarial para o meia. A Ponte embolsaria pouco mais de R$ 3 milhões. Já a do Flamengo era intermediária, com valores um pouco abaixo, e seria inicialmente para o sub-20.

Em cima do “plano de carreira” para o jogador, o staff dele tinha restrições às duas situações. Vinicius é agenciado por Bruno Ramos, da Rogon Sportmanagement, grupo alemão que potencializou a carreira do atacante Roberto Firmino, do Liverpool e da seleção brasileira.

Sobre o mundo árabe, a avaliação era que, apesar de milionária, a transferência afastaria Zanocelo da seleção sub-20 e também do objetivo de atuar na Europa em breve. Em relação ao Flamengo, o fato de ter de voltar para a base num primeiro momento não agradava Vinicius.

Entrou, então, a proposta apresentada pelos empresários envolvendo a Ferroviária. A Ponte tentou convencer o staff do meia a aceitar o mundo árabe ou o Flamengo, mas os representantes de Vinicius estavam irredutíveis e bateram o pé.

Guarani x Ponte Preta, Brinco de Ouro, dérbi 198, Zanocelo — Foto: Marcos Ribolli

Guarani x Ponte Preta, Brinco de Ouro, dérbi 198, Zanocelo — Foto: Marcos Ribolli

Como o contrato de Zanocelo com a Ponte iria até dezembro de 2021, a partir de junho ele poderia assinar pré-contrato com outro clube sem qualquer compensação financeira à Macaca.

Diante do cenário, a diretoria se viu de “mãos atadas”: era fechar com a Ferroviária agora, ainda que os valores estivessem longe do desejado, ou muito provavelmente perdê-lo de graça depois.

Em nenhum momento a renovação esteve em pauta nesta negociação final, ainda que o clube estivesse tentando conversar para renovar desde novembro do ano passado. Além da intenção da Ponte em vendê-lo, o meia também entendia que era a hora de mudar de ares.

Estava definido entre as partes que, assim que a Ponte já não tivesse mais chance de acesso, a situação seria resolvida, já que as conversas vinham se arrastando há semanas. O martelo foi batido durante reunião na noite de sábado entre o presidente Sebastião Arcanjo e os agentes do atleta.

A tendência é que a Ferroviária sirva como uma espécie de “ponte” para o futebol europeu. Zanocelo jogará o Paulistão pela Ferrinha, mas na sequência da temporada já poderá embarcar para o Velho Continente.

Para a Ponte, a saída de Zanocelo deve ajudar, neste primeiro momento, a saldar parte das pendências com elenco e funcionários.

Desde 2019 entre os profissionais da Macaca, Vinicius se despede com 34 partidas e um gol marcado (contra o Oeste, pelo Troféu do Interior, em 2019). Ele nem treinou no último sábado e está fora do duelo contra o CRB, neste domingo, às 18h15, no Majestoso, pela penúltima rodada da Série B.

Zanocelo em atividade pela seleção sub-20 — Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Zanocelo em atividade pela seleção sub-20 — Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Ge

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp