Connect with us

Esporte

As “nove decisões”: veja o caminho do São Paulo até o fim do Brasileirão e simule os resultados

Publicado

on

Na última terça-feira, quando o elenco do São Paulo se reapresentou após a segunda derrota seguida no Brasileirão, o coordenador de futebol do clube, Muricy Ramalho, reuniu os jogadores em um dos campos do CT da Barra Funda para um sermão.

Um trecho da conversa foi divulgado pelo São Paulo nas redes sociais:

– Para ganhar, tem que querer mais que os caras, não pode ser igual os caras. O próximo jogo agora é outra decisão, são nove decisões, e a decisão é diferente, tem que ser tratada diferente. Sempre um pouco a mais em todo momento – disse ele.

Líder do Campeonato Brasileiro com 56 pontos, o São Paulo tropeçou em jogos contra Bragantino e Santos e viu o Internacional encostar, agora a três pontos. Restam nove jogos até o final do torneio.

Muricy Ramalho se reuniu com jogadores e comissão técnica no CT do São Paulo — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc

Muricy Ramalho se reuniu com jogadores e comissão técnica no CT do São Paulo — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc

Baseado nos Brasileiros passados, o São Paulo precisa chegar aos 75 pontos para ficar com a taça – nunca um vice-campeão fez mais do que 74 pontos. Assim, seis vitórias e um empate (19 pontos) seriam suficientes para garantir o título.

O caminho do São Paulo até lá, porém, não é dos mais fáceis. A primeira “decisão”, como Muricy classificou, é domingo, contra o Athletico, fora de casa. A equipe paranaense, que esteve mais perto da zona de rebaixamento, se recuperou recentemente e venceu três dos últimos cinco jogos.

Depois, na próxima quarta-feira, em casa, o time de Fernando Diniz fará um duelo direto pelo título: recebe o vice-líder Internacional, que arrancou da sexta para a segunda posição com cinco vitórias seguidas e ameaça a primeira posição do São Paulo.

A equipe volta a jogar em casa no sábado seguinte, contra o Coritiba, o lanterna do Brasileiro. No primeiro turno, porém, mesmo já brigando contra o rebaixamento, os paranaenses arrancaram um empate por 1 a 1 e ampliaram uma crise que pressionava Diniz depois da eliminação do São Paulo na Libertadores.

O líder depois viaja a Goiânia para confronto com o Atlético-GO, no dia 31 de janeiro, outra equipe de meio de tabela.

Baseado nos Brasileiros passados, o São Paulo precisa chegar aos 75 pontos para ficar com a taça – nunca um vice-campeão fez mais do que 74 pontos. Assim, seis vitórias e um empate (19 pontos) seriam suficientes para garantir o título.

O caminho do São Paulo até lá, porém, não é dos mais fáceis. A primeira “decisão”, como Muricy classificou, é domingo, contra o Athletico, fora de casa. A equipe paranaense, que esteve mais perto da zona de rebaixamento, se recuperou recentemente e venceu três dos últimos cinco jogos.

Depois, na próxima quarta-feira, em casa, o time de Fernando Diniz fará um duelo direto pelo título: recebe o vice-líder Internacional, que arrancou da sexta para a segunda posição com cinco vitórias seguidas e ameaça a primeira posição do São Paulo.

A equipe volta a jogar em casa no sábado seguinte, contra o Coritiba, o lanterna do Brasileiro. No primeiro turno, porém, mesmo já brigando contra o rebaixamento, os paranaenses arrancaram um empate por 1 a 1 e ampliaram uma crise que pressionava Diniz depois da eliminação do São Paulo na Libertadores.

O líder depois viaja a Goiânia para confronto com o Atlético-GO, no dia 31 de janeiro, outra equipe de meio de tabela.

Ge

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp