Connect with us

Esporte

Análise: empate reflete o momento de um Palmeiras muito capaz e muito cansado

Publicado

on

O gol de empate sofrido aos 42 minutos do segundo tempo, depois de dominar grande parte do jogo contra o Grêmio, na noite da última sexta-feira, e perder um sem-fim de chances, diz muito sobre o momento em que o Palmeiras se encontra na temporada.

O placar de 1 a 1 do Allianz Parque por si só esconde o bom desempenho do time escalado por Abel Ferreira – com o que tinha de melhor à disposição –, principalmente no primeiro tempo. Vale, portanto, em primeiro lugar, destacar a resposta rápida do elenco.

Três dias depois de ter sido massacrado pelo River Plate, que quase devolveu placar suficiente para lhe tirar a vaga na final da Libertadores, o Palmeiras massacrou o Grêmio. Nos 45 minutos iniciais.

Abel Ferreira conversa com Mayke, que voltava após se recuperar de Covid-19 e entrou no fim — Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Abel Ferreira conversa com Mayke, que voltava após se recuperar de Covid-19 e entrou no fim — Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Com menos de um minuto, numa bobeada da defesa, Breno Lopes e Rony tiveram contra-ataque de “dois contra um”, mas o atacante vindo do Juventude desperdiçou a chance. Depois, ele, Rony e Willian colocaram uma bola na trave cada um.

Mesmo o gol de Raphael Veiga, marcado aos 32 minutos da primeira etapa, foi chorado, após uma finalização furada por Rony na entrada da pequena área.

 

O Palmeiras desceu para o vestiário com um só gol, mas bom desempenho e bons números: 58% de posse de bola e 11 finalizações. Em resumo, com a prova de que esse time é capaz de jogar muito melhor do que jogou contra o River Plate.

ge

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp