Connect with us

Cidades

Confúcio Moura diz que é necessário refundar o modelo educacional brasileiro

Publicado

on

O senador Confúcio Moura (MDB-RO), presidente da Comissão de combate à Covid-19 e titular da Comissão de Educação do Senado, disse nesta sexta-feira (27), durante a abertura da Webinar, seminário virtual promovido pela Interlegis, que debateu medidas para garantir o acesso de internet a estudantes, que é preciso refundar a escola brasileira e entrar no mundo digital como uma esperança real.

O parlamentar lamentou que a pandemia veio como um desastre da própria natureza. Segundo ele, todos ainda estão sem saber claramente o que fazer, e disse que é necessário reconstruir um novo modelo de educação. “Precisamos sair do mundo da fantasia, para algo real, pé no chão, sem vergonha de copiar modelos exemplares até de municípios pequenos”, enfatizou.

Confúcio disse ainda que o Ministério da Educação deve liderar todo esse movimento, embora a educação básica seja municipal ou estadual, entretanto o MEC tem o papel de liderar esse “conserto” Brasil de municípios e Estados. “Pelo menos liderar, mostrar os rumos que o país deve tomar”, grifou

O senador falou  que a história mostra que o ser humano só se une no infortúnio e acredita que este seja o momento da reconstrução. “Como utilizar o mundo digital para levar conteúdos que motivem os alunos a assistirem aulas curtas, rápidas, objetivas? Como intercambiar a negociação professor, escola e aluno? Isso significa que há uma necessidade de reconstruir os escombros da educação brasileira que já ia muito mal, e agora refundar, refundar o modelo educacional brasileiro, na marra”,  pontuou.

Em tempo

O  seminário virtual  Educação e Inclusão Digital em Tempos de Pandemia  teve como mediadora a jornalista Renata Gonzaga, participação do senador Izalci Lucas (PSDB-DF), presidente da Frente Parlamentar Mista de Ciência, Tecnologia, Pesquisa; do educador, ex-governador do Distrito Federal e ministro da Educação no governo Lula, ex-senador Cristovam Buarque; o diretor de Educação a Distância e de Educação Básica da Capes/MEC, Carlos Lenuzza; a fundadora da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e ex-presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Finni; o gerente de Relações Institucionais da Quero Educação, jornalista Rui Gonçalves; e do coordenador de Educação Superior do Interlegis, Floriano Filho.

Assessoria

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp