Esporte

Marcos Paulo celebra 1ª taça pelo Fluminense e promete empenho para finais: “Queremos mais”

De volta ao time titular, joia de Xerém fala sobre opções do técnico Odair Hellmann, motivações para Fla-Flus decisivos do Carioca e diz que propostas de fora não tiram o foco

A conquista da Taça Rio pelo Fluminense, obtida na última quarta-feira após vitória sobre o Flamengo nos pênaltis, ficará na memória dos jogadores. E em um deles em especial. Uma das principais revelações da base do atual elenco, Marcos Paulo comemorou seu primeiro título com a camisa tricolor. Desde o ano passado na equipe principal, o garoto de 20 anos espera que o grupo do Flu seja tão vitorioso quanto sua geração na base:

– É a realização de um sonho, depois de tanto trabalhar e conquistar títulos na base, poder ganhar o primeiro no profissional. É especial e é algo que vai ficar marcado nas nossas vidas. Vim de uma geração vitoriosa na base e espero que esse nosso elenco conquiste grandes coisas esse ano para marcar o nome na história do clube.

Marcos Paulo, atacante do Fluminense, posa exibindo a Taça Rio — Foto: Lucas Merçon / FFC

Marcos Paulo, atacante do Fluminense, posa exibindo a Taça Rio — Foto: Lucas Merçon / FFC

Vice-artilheiro do Flu em 2020 com cinco gols (empatado com Evanilson e atrás de Nenê, com nove), Marcos Paulo havia perdido a vaga no time titular no jogo anterior, no clássico com o Botafogo. De volta à equipe contra o Flamengo, o jovem viu com naturalidade as decisões do técnico Odair Hellmann:

– Acho que nesse retorno das atividades o Odair vem mesclando o time principalmente por conta do cansaço. Não joguei muito tempo nesses três primeiros jogos mas sei do meu potencial e fico feliz por ter a oportunidade nessa decisão. É um jogo grande, pesado, e gosto desse tipo de partida.

As vésperas do Fla-Flu que decidiu a Taça Rio foram recheadas de polêmica envolvendo os direitos de transmissão da partida. Marcos Paulo admite que as informações acabam chegando aos jogadores, mas diz que dentro de campo o tema acabou não influenciando:

– É claro que toda essa confusão chega até a gente, mas procuramos não pensar nisso e focar apenas no que precisávamos fazer dentro de campo. Esse é um assunto para a diretoria resolver, e o nosso objetivo era entrar em campo e conquistar o título.

Marcos Paulo e Rafinha em Fluminense x Flamengo da final da Taça Rio — Foto: Lucas Merçon / FFC

Marcos Paulo e Rafinha em Fluminense x Flamengo da final da Taça Rio — Foto: Lucas Merçon / FFC

O que motivou os jogadores mesmo foram as opiniões tanto de parte da imprensa, quanto de torcedores de que o Fluminense não teria chances contra o Flamengo:

– A gente via que se falava muito do adversário, e muitos já davam a vitória deles como certa antes da partida. É um clássico, uma decisão, e tudo se equilibra. Acho que fizemos uma grande jogo, principalmente no primeiro tempo. Tivemos uma aplicação tática muito forte e disputamos todas as bolas como se fossem a mais importante. Isso foi o que o Odair pediu para a gente. Para que estivéssemos atentos e focados o tempo inteiro, sempre brigando firme nas jogadas. Graças a Deus conseguimos conquistar o título da Taça Rio, mas nós queremos mais, que é o Carioca. Vamos seguir trabalhando para alcançar o objetivo final.

Passada a conquista da Taça Rio, o Fluminense tem mais dois jogos contra o Flamengo para tentar conquistar o título Carioca. O primeiro neste domingo, no Maracanã, às 16h, e o segundo na quarta-feira que vem, às 21h30. O garoto de Xerém segue confiante de que o Tricolor poderá repetir a façanha:

– Acho que chega tudo zerado, por se tratar de um clássico. É difícil fazer projeção num momento desse, ainda mais com a final em dois jogos. É aquele momento que quem errar menos vai levar a melhor. A gente confia muito no nosso grupo, na vontade que temos de levar o título, e é com isso que vamos para essa final.

Evanilson e Marcos Paulo, atacantes do Fluminense — Foto: Lucas Merçon/ FFC

Evanilson e Marcos Paulo, atacantes do Fluminense — Foto: Lucas Merçon/ FFC

Um dos grandes ativos do Fluminense, Marcos Paulo é também uma das principais opções de venda do clube para aliviar as finanças. Ciente de que é monitorado por clubes europeus, o jovem atacante – que tem nacionalidade portuguesa -, garante estar focado no Tricolor:

– Procuro focar apenas no Fluminense, como sempre fiz. Sei que a realidade financeira do clube é complicada e que uma venda aliviaria, mas deixo isso para meus empresários e a diretoria. Se um dia chegar algo que seja bom para todo mundo, que seja feito. Mas enquanto sou jogador do Fluminense, busco dar o meu melhor e honrar essa camisa para dar alegrias à torcida.

Ge

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar
Fechar
WhatsApp Fale via: WhatsApp