Connect with us

Destaque

Ministro interino da Saúde destaca ações para o enfrentamento da pandemia

Publicado

on

Nessa terça-feira (23), em audiência pública da Comissão Mista que acompanha as ações do Governo Federal no enfrentamento à covid-19, o ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, respondeu indagações de internautas, membros e não membros da comissão, e apresentou medidas que pretende adotar para o enfrentamento da doença no país.

O presidente do colegiado, senador Confúcio Moura (MDB-RO), lembrou das dificuldades de contratação de médicos para algumas regiões do País, e destacou a Medida Provisória 890/2019, da qual foi relator, que criou o Programa Médicos pelo Brasil e permitiu a manutenção do “Mais Médicos”. “Deixamos disponíveis cerca de dois mil médicos cubanos que optaram por ficar no Brasil – eles estavam como refugiados e estão regularizando a sua situação – à disposição do Ministério”, disse.

Confúcio Moura enfatizou que espera regulamentar logo a situação para que se possa aumentar a quantidade de médicos credenciados e, logicamente, distribuí-los pelo País.

Durante a reunião o ministro acolheu ainda uma solicitação do Senador Confúcio Moura e afirmou que irá disponibilizar um assessor parlamentar para fazer a interlocução dos expedientes remetidos ao Ministério da Saúde acerca dos procedimentos adotados para a compra de materiais, equipamentos e serviços.

Em sua explanação, Pazuello fez um balanço dos recursos do Ministério da Saúde e disse que o Orçamento previa para a área de saúde R$138,9 bilhões, para este ano. Outros R$ 40 bilhões foram autorizados pelo Congresso Nacional por meio de créditos extraordinários. Mas alegou que apenas o equivalente a um terço desses recursos, ou seja, R$ 11 bilhões, foram gastos até o momento.

A respeito da transparência, Eduardo Pazuello falou que todos os dados estão sendo colocados no portal do Ministério da Saúde, e que qualquer cidadão vai poder acompanhar cada item que foi distribuído para cada município e estado. “Os números já estão disponíveis integralmente, mas, agora, nós vamos disponibilizar, na mesma plataforma, todos os dados do Ministério da Saúde. A transparência vai ser infinita”, pontuou.

Sobre o sistema de testagem, o ministro explicou que o Ministério da Saúde fez orientação para testagem em massa e deve fazer a publicação da medida esta semana. “Já está pactuada, aprovada, e vai responder a essas dúvidas sobre critérios para distribuição de testes. Qual é o público-alvo, qual é o melhor tipo de teste, para que se faz o PCR, para que se faz o teste rápido, como isso vai ser feito nos estados e municípios. Essa estratégia está pronta”, afirmou.

Assessoria

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp