Connect with us

Geral

Internautas acham que o Coronavírus tem relação com a cerveja Corona

Publicado

on

As coincidências entre o novo Coronavírus e a cerveja Corona acabam no nome. Mas para alguns, a similaridade é motivo de pesquisa na internet.

As buscas no Google feitas por usuários brasileiros com os termos “Cerveja Corona” e “Cerveja Corona Virus” tiveram um relativo aumento após o noticiário mundial ser tomado pelo tema. A ferramenta Google Trends aponta que, no Brasil, os termos apresentaram um aumento no interesse a partir do dia 11 de janeiro.

O gráfico indica que as buscas por “Cerveja Corona” estavam em alta no fim do ano, por conta do período das festas de Natal e Ano Novo. Após essas datas, as pesquisas diminuíram de interesse no período de 2 a 10 de janeiro, mas voltaram a subir a partir do dia 11.

O pico de interesse do termo “Cerveja Corona” aconteceu no dia 23 de janeiro, quando o Ministério da Saúde anunciou que o Brasil entrava em alerta inicial para o risco de transmissão do Coronavírus.

No mesmo dia, as pesquisas com “Cerveja Corona Virus” que eram zero até então – indicando que não há dados suficientes – começaram a aparecer no buscador.

Os estados brasileiros que tiveram os maiores índices de interesse na pesquisa por “Cerveja Corona Virus” foram Bahia, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Uma das explicações está na sugestão que o próprio Google faz em seu mecanismo de busca. Ao digitar “corona” no Google, “vírus da cerveja corona” surge como uma das opções que a pesquisa prevê.

O vírus responsável pela doença – assim como outros da família Coronavírus – recebe esse nome por ter tem pontas similares a uma coroa em sua superfície. No latim, coroa é “corona”.

Até agora, três casos estão registrados como suspeitos pelo governo federal. Um em Belo Horizonte (MG), outro em Porto Alegre (RS) e um terceiro em Curitiba (PR). Com o registro de casos suspeitos em investigação, o número de alerta passou agora para o nível 2, de “risco iminente”.

O último boletim das autoridades chinesas, emitido na manhã desta quarta-feira (29), aponta que 132 pessoas morreram e quase 6 mil estão infectadas no país.

EUA E MUNDO

Nos Estados Unidos, o termo de pesquisa “Vírus da Cerveja Corona” é mais comum em Iowa e Oklahoma, enquanto as pessoas em Connecticut, New Hampshire e Novo México estão pesquisando mais “Vírus da Cerveja”. Pessoas na Austrália, Índia e Canadá também estão pesquisando termos relacionados ao Corona Beer, de acordo com o Google Trends.

Um professor de marketing da Universidade de Wayne State disse, em entrevista ao WWJ NewsRadio, que tratas-se de “um caso de identidade equivocada”. “Acho que a preocupação aconteceu em nesse mundo onde tudo pode ser encontrado com apenas um toque no celular”, disse Jeffrey Stoltman, ao Miami Herald.

A empresa Corona não comentou publicamente o Coronavírus.

Fonte:YAHOO

 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp