Connect with us

Visão de Fato

Opinião Jogo Aberto – 08 de Janeiro de 2020

Publicado

on

Triste ironia.

Morreram mais pessoas no Irã do que com mísseis disparados por drones dos Estados.

Unidos no Iraque. O míssil norte-americano, no aeroporto de Bagdá, matou oito – inclusive o general-chefe da Guarda Revolucionária e outro aliado iraquiano dele.

No funeral do general Sulaimani foram mortos, no mínimo, 56 iranianos e houve pelo 213 feridos durante uma confusão que aconteceu no enterro.

Dizem que as ruas foram fechadas para obrigarem as pessoas a engrossar a multidão.

A terra natal do general é Kerman. Por sinal, foi na cidade dele que a Guarda Revolucionária iraniana, chefiada por ele, atacou uma manifestação contra o aumento do preço dos combustíveis.

Os mercados do mundo não acompanharam os noticiários brasileiros. Portanto, não ficaram nervosos. O mercado de câmbio, o mercado de capitais e o financeiro estavam estáveis no dia de ontem (7).

Está muito difícil entender certas pessoas que se expressam ao microfone de uma forma rebuscada, ao invés de usar uma linguagem simples e clara – como a de Paulo Guedes. Mais uma vez o ministro tem brilhado em suas entrevistas.

Um aviso para o pessoal que quer tentar mostrar que sabe: não precisa. Quem sabe, sabe. Usa palavra curta e simples para que todo mundo entenda.

Não deu certo no Uruguai, no Canadá e em Portugal. Agora mesmo foi divulgado um dado mostrando que o uso da cannabis fez com que aumentasse em 30 vezes as internações por surtos psicóticos e esquizofrenia.

Esse dado contraria a teoria de que a maconha não faz mal e o uso é só recreativo. Nada disso, faz mal. As famílias brasileiras que têm filhos escravos da droga sabem disso. É uma tragédia.

Aqui no Brasil, a droga está embaixo do crime. O tráfico é a base do crime, das armas, dos tiros e das mortes.

Vocês notaram que o ex-presidente Lula está sumido?

Parece que aceitou a recomendação de seus amigos e aliados para não se expor tanto, já que – na medida em que ele vinha se expondo – ele se desgastou de uma forma que não acontecia na prisão. Na prisão, Lula poderia ser considerado vítima, um coitadinho. Mas agora que ele saiu para a rua e começou a falar ele despencou e se desgastou.

Por outro lado, os que foram derrotados na eleição de outubro, e que com a sua arrogância de intelectual não aceitam a vitória de Bolsonaro, estão praticando o “negacionismo” para fingir que não perderam.

Eles ficam falando só em eleição de 2022, a próxima eleição presidencial, como se já estivéssemos à porta dela. Além disso, ficam repetindo o nome do atual presidente. Isso é uma contradição. Na medida em que o nome de Bolsonaro é repetido, ele fica mais popular.

Bastou tirar os corruptos que a Caixa Econômica Federal teve um resultado fabuloso neste ano de 2019. No entanto, antes disso o banco vinha tendo prejuízos. Será que é por que Geddel era vice-presidente ou por que Cunha mandava na Caixa? Provavelmente é por isso.

Como foi dito, as estatais que davam prejuízo passaram a dar lucro. Bastou tirar delas a corrupção. Ou melhor ainda: bastou tirar os corruptos.”

Por Marco Aurélio

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp