Connect with us

Esporte

Wendel evita falar de Flamengo, mas elogia Jorge Jesus: “Queria voltar a trabalhar com o Mister”

Publicado

on

Wendel retorna nesta sexta para Lisboa e já volta aos trabalhos com o Sporting de olho no clássico contra o Porto, dia 5 de janeiro. Logo quando chegou em Portugal, o jogador trabalhou por cinco meses com o técnico Jorge Jesus, a quem agradece e elogia muito:

– Queria voltar a trabalhar com o Mister. Foram cinco meses e ele me orientou muito quando cheguei em Lisboa. Pena que foi por pouco tempo – disse o jogador.

Questionado sobre a possibilidade de defender o Flamengo em 2020, contudo, ele se esquivou:

– Não posso falar nada sobre isso. Tenho contrato com o Sporting – desconversou.

Wendel e Jorge Jesus no Sporting — Foto: Site Oficial

Wendel e Jorge Jesus no Sporting — Foto: Site Oficial

O Flamengo fez sondagens sobre Wendel, cujo contrato com o clube português vai até 2023. O Sporting não pretende emprestá-lo e a multa rescisória é de 60 milhões de euros (cerca de R$ 270 milhões).

O jogador de 22 anos acompanhou o Campeonato Brasileiro e fez coro com a opinião do treinador rubro-negro de que o time carioca teria condições de disputar o título português:

– O Flamengo tem um excelente time. Do goleiro ao ponta-esquerda. Se disputasse a Liga Portuguesa, certamente disputaria o título – disse Wendel, confirmando uma afirmação de Jorge Jesus.

Confira a entrevista com Wendel:

Como foi a adaptação em Portugal?

O início foi complicado. Clima frio, futebol diferente, família longe, amigos longe… Quem estava comigo viu que sofri no começo. Não estava jogando, passa pela cabeça que a gente não serve. Mas aos poucos fomos trabalhando e hoje estou bem adaptado ao clube.

E o trabalho logo no começo com Jorge Jesus?

Ele é um excelente treinador. Gosto muito dele, me ajudou muito no começo. Quando não jogava, me dava conselhos pra seguir trabalhando. Disse aos meus amigos daqui que se os jogadores abraçassem a causa dele, seriam campeões.

Tem vontade de ser treinado novamente por ele?

Tenho sim. Gosto muito dele como pessoa. Encontrei com o Mister num voo voltando da França para o Rio e ficamos conversando.

Você acompanhou o Campeonato Brasileiro lá ? O que achou do Flamengo?

Todo mundo viu. O Flamengo teve uma visibilidade muito grande em Portugal. Tá sendo muito falado na imprensa, na TV. E o Jorge Jesus que já tinha moral e agora está ainda maior. A temporada do Flamengo foi surreal. O time disputaria título em Portugal, todos os jogadores são muito bons, tem muita qualidade.

A última temporada no Sporting foi boa?

A temporada passada foi muito boa pra nós. Ganhamos dois títulos seguidos no ano, um foi a Taça de Inverno e depois a Taça de Portugal. O grupo é muito bom, abraçamos o treinador que chegou lá também. Foi um ano muito bom, mas agora vamos tentar ganhar outro título, já que estamos na semifinal.

Wendel, volante do Sporting, foi sondado pelo Flamengo — Foto: Sergio Lobo

Wendel, volante do Sporting, foi sondado pelo Flamengo — Foto: Sergio Lobo

Você teve um problema disciplinar no Sporting? Chegou fora do horário estipulado…

Lá tem essas coisas de 11 horas tem que chegar em casa… só que eu fui num restaurante, que não era balada. Aí, já saiu que era balada, que eu estava com não sei quem… mas eu fui jantar normal com os meus amigos, só que passei um pouco da hora. Cheguei em casa meia noite e meia, daí fizeram isso tudo. Fazer o quê né… trabalhei e dei a volta por cima.

Pegam muito no teu pé em Portugal?

Os caras falam que eu sou muito fechado, que eu só quero sair…e eu só fico dentro de casa. A torcida pega muito no meu pé, só quer falar de mim. Mas eu mostro dentro de campo, faço meu trabalho honesto.

Qual a expectativa para o torneio Pré-Olímpico?

Dá um pouco de ansiedade né ? É a primeira vez que eu vou disputar uma Olimpíada, ficamos um pouco ansiosos, mas vamos ver se o clube vai liberar porque não é data Fifa e eu também sou do Sporting. Espero uma resposta boa deles.

Como tem sido a experiência com a Seleção?

Tem sido muito boa. Tô gostando. A primeira convocação que eu tive foi na sub-23. Eu nunca fiz base na seleção, daí você já vai pro 23, joga, é titular…É uma sensação muito boa, fico muito feliz.

Qual a lembrança que você tem da Olimpíada aqui no Rio e do time que foi campeão olímpico?

Só sei que eu torci muito pra seleção ganhar, vibrei com gol do Neymar de pênalti, quase chorei com eles também.

Tem vontade de voltar a jogar aqui no Brasil?

Hum…não sei né…só quem sabe é Deus.

E esse visual novo, bigode estilo português?

Tá dando sorte, vou te falar. Desde que coloquei ele comecei a jogar, ganhar titulo lá… acho que não pretendo tirar ele não (risos).

Ge

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp