CidadesJi Parana

Mais de 16 mil títulos estão cancelados em Ji-Paraná

O prazo para essa regularização se encerrar 151 dias antes das eleições de 2020

16.496 pessoas de Ji-Paraná, continuam com seus títulos de eleitores cancelados, e por isso, precisam se regularizar perante a Justiça Eleitoral. A informação foi prestada pelo chefe do cartório do Fórum Eleitoral, neste município, Osmaldo Júnior na última quarta-feira, 27. O prazo para essa regularização se encerrar 151 dias antes das eleições de 2020, caso contrário, o eleitor ficará sem votar, além de outras penalidades.

O município de Ji-Paraná, conta com duas zonas eleitorais (3ª e 30ª). Na 3ª Zona Eleitoral são 20 locais de votação que abrigam 116 sessões. Atualmente, estão aptos a votar 27.235 eleitores. Já os casos de títulos cancelados, são 4.811, e documentos com Restrição Judicial, somam 284 títulos. Já na 30ª Zona, são 28 sessões que abriam 232 sessões que contam com 60.033 eleitores aptos a votar. Já os títulos cancelados, somam 11.685, e os que estão suspensos por Restrição Judicial, são 838 títulos.

Segundo Osmaldo Júnior, com o prazo para o Recadastramento Biométrico chegando perto do fim, (21 de março), o eleitor que não se regularizar poderá ser proibido de se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, participar de concorrência pública, obter empréstimos em agências financeiras públicas, não renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo, praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda, entre outras penalidades.

Ele lembrou que o Fórum Eleitoral atualmente oferece atendimento em horário corrido, com a finalidade de facilitar ao eleitor para que se regularize, em especial, os que trabalho nos dois expedientes. “É preciso que o eleitor saiba da sua importância quando a escolha de seus governantes, como será na próxima eleição para prefeito, vice e vereadores”, lembrou. Além de prefeito e vice-prefeito, o município de Ji-Paraná também elege 17 vereadores para o Poder Legislativo.

Fonte:Diário da Amazônia

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar
Fechar
WhatsApp Fale via: WhatsApp