Brasileirão 2019Esporte

Que clássico foi esse? Em jogo de oito gols e duas viradas, Flamengo e Vasco empatam no Maracanã

Rubro-Negro sai em vantagem, vê rival pular na frente, vira o placar de novo, mas Cruz-Maltino deixa tudo igual no fim

  • Que clássico foi esse?

    Anota aí: sete gols a favor, um contra, duas viradas, 11 cartões… Não perca a conta: pênalti, confusão, provocações… Teve tudo isso e mais um pouco no Flamengo x Vasco da noite desta quarta-feira no Maracanã. Em jogo antecipado da 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, a partida maluca e para lá de emocionante terminou em empate: 4 a 4, com dois gols de Bruno Henrique e outros de Everton Ribeiro, Pikachu, Marcos Júnior, Marrony e Ribamar, além de um contra de Danilo Barcelos. Na tabela, resultado ruim para os dois lados: o Rubro-Negro não tem mais chances de ser campeão essa semana, e o Cruz-Maltino fica cada vez mais distante do sonho de classificação para a Libertadores.

  • Como fica

    Com o resultado, o Flamengo chega aos 78 pontos na liderança do Campeonato Brasileiro, abre 11 do Palmeiras, mas com um jogo a mais. Matematicamente, só poderá ser campeão após a final da Libertadores, independentemente do resultado de Bahia x Palmeiras. Já o Vasco alcançou os 43, ganhou um posição e subiu para 10º. Na próxima rodada, o Rubro-Negro visita o Grêmio, domingo, em Porto Alegre. O Cruz-Maltino recebe o Goiás, na segunda-feira, no Rio de Janeiro.

  • Gol relâmpago
    Gol do Flamengo! Everton Ribeiro abre o placar, com menos de 1' do 1º tempo

    Gol do Flamengo! Everton Ribeiro abre o placar, com menos de 1′ do 1º tempo

    O Flamengo abriu o placar logo aos 37 segundos de jogo. Após bela jogada pela esquerda, Reinier passou por quatro marcadores e cruzou rasteiro. A bola sobrou para Everton Ribeiro que bateu forte a marcou para o delírio dos torcedores rubro-negros.

  • Vasco vira em apenas três minutos

    Mesmo com o gol no início, o Vasco não se abalou e conseguiu uma virada também relâmpago. Aos 33, Rossi recebeu pela esquerda e cruzou na cabeça de Raul, que ajeitou para Marrony bater de primeira e empatar. Três minutos depois, Pikachu fez ótima jogada e foi derrubado na área: pênalti. O próprio bateu, desempatou e colocou o Vasco definitivamente no jogo. Mas os gols do clássico não pararam por ai. Aos 49, Rafinha recebeu passe em jogada ensaiada e cruzou, Danilo Barcelos foi cortar e fez contra.

  • Segundo tempo com nova virada, mas rubro-negra
    gol bruno henrique flamengo vasco

    gol bruno henrique flamengo vasco (Foto: André Durão / GloboEsporte.com)

    Assim como na etapa inicial, o segundo teve foi muito bom e com outra virada, mas para o lado rubro-negro. Antes, o Vasco chegou a ficar na frente com Marcos Júnior, que aproveitou um cruzamento de Rossi aos seis minutos e, sozinho, fez. Sempre muito intenso, o Flamengo foi atrás e contou com a estrela de Bruno Henrique para desempatar. No primeiro gol, ele fez tabela com Arrascaeta e marcou. No seguinte, recebeu pelo alto na área e bateu de primeira para fazer um golaço.

  • Ribamar iguala tudo nos acréscimos
    Ribamar gol vasco flamengo

    Ribamar gol vasco flamengo (Foto: André Durão)

    Quando todos imaginavam que a partida estava decidida, Ribamar igualou tudo aos 47. Após chutão na área, Henríquez cabeceou para o meio, Ribamar ganhou de Rodrigo Caio pelo alto e aproveitou saída errada de Diego Alves. Fim de jogo no Maracanã: 4 a 4.

  • Confusão depois do jogo
    Confusão! Após o apito final, Pablo Marí e Ribamar batem boca e começa a confusão

    Confusão! Após o apito final, Pablo Marí e Ribamar batem boca e começa a confusão

    Infelizmente, o clássico terminou em confusão. Jogadores dos dois times se desentenderam, trocaram empurrões e xingamentos. O clima tenso se estendeu para o acesso ao túnel dos vestiários. No final das contas, tudo foi controlado.

  • Central do Apito
    Central do Apito: Sandro Meira Ricci analisa os lances de Vasco e Flamengo e afirma que foi falta no Gerson

    Central do Apito: Sandro Meira Ricci analisa os lances de Vasco e Flamengo e afirma que foi falta no Gerson

    Na Central do Apito, Sandro Meira Ricci, comentarista de arbitragem do Grupo Globo, disse que o lateral Rafinha, do Flamengo, foi derrubado por Danilo Barcelos no lance que gerou o contra-ataque para o gol de Marrony.

    Ge

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar
Fechar
WhatsApp Fale via: WhatsApp