EsporteFutebol 2020

Athletico dá trabalho ao Corinthians, mas é castigado na bola parada; veja a análise

Furacão expõe problemas da melhor defesa do Brasileiro e domina primeiro tempo, mas erros na bola aérea custam a vitória em Itaquera. Veja como foi o empate em 2 a 2

Athletico jogou à vontade, impôs dificuldades e deu bastante trabalho à melhor defesa do Campeonato Brasileiro. Contra o Corinthians, o Furacão reafirmou o DNA ofensivo e dominou o primeiro tempo, mas também falhou na bola aérea e ficou no empate em 2 a 2, em Itaquera.

O Rubro-Negro chegou a ter 69% de posse de bola e terminou o primeiro tempo com oito finalizações, contra três dos alvinegros. A equipe atleticana dominou o jogo na etapa inicial e expôs todos os problemas do time de Fabio Carille, desperdiçando chances de gols.

– Foi um time que se propôs a jogar, continuou com uma média de gols alta jogando fora de casa e que tenta vencer o adversário independente do local. Esse propósito que temos como time me deixa orgulhoso da atuação. Tivemos algumas dificuldades claras em relação à bola parada defensiva, mas do outro lado tinha um especialista, que é o Gil, além de outros que atacam forte – explicou Tiago Nunes em coletiva à imprensa após o jogo.

Timão e Furacão protagonizaram um ótimo jogo no primeiro tempo. Quem teve a primeira chance de abrir o placar foi o Athletico, logo aos três minutos. Após erro de passe do goleiro Cássio, Thonny Anderson ajeitou para Cittadini bater, mas o meia furou. Na sequência, Marcelo Cirino mandou para fora, sem goleiro, por cima do gol.

Cirino chuta para fora e perde grande chance, aos 3' do 1º tempo

Cirino chuta para fora e perde grande chance, aos 3′ do 1º tempo

O Furacão levou o gol aos 15 minutos, depois da falha de Thiago Heleno e Wellington. Após escanteio, Gil marcou de cabeça e abriu o placar em Itaquera.

Gol do Corinthians! Gil abre o placar de cabeça, aos 15' do 1º tempo

Gol do Corinthians! Gil abre o placar de cabeça, aos 15′ do 1º tempo

O Furacão não desistiu e chegou ao empate aos 23. Thonny Anderson fez boa jogada para Cittadini, que entrou no meio dos zagueiros e chutou por baixo de Cássio. Foi o quarto gol do volante nos últimos seis jogos como titular.

Gol do Athletico! Léo Cittadini chuta por baixo de Cássio, aos 23' do 1º tempo

Gol do Athletico! Léo Cittadini chuta por baixo de Cássio, aos 23′ do 1º tempo

Intenso, o Athletico empurrou o Corinthians para seu campo de defesa e virou o placar aos 31 minutos, depois que Erick aproveitou a falha de Manoel e fez o segundo na partida.

Gol do Athletico! Erick chuta por baixo de Cássio e amplia, aos 31' do 1º tempo

Gol do Athletico! Erick chuta por baixo de Cássio e amplia, aos 31′ do 1º tempo

Em seguida, o Furacão levou um susto, quando Gil cabeceou na trave e Léo fez duas grandes defesas. O goleiro foi mais uma vez substituto de Santos, que está a serviço da seleção brasileira.

Love tenta chute, a bola pega em Clayson e vai ao gol, mas Léo faz defesa incrível, aos 34' do 1º tempo

Love tenta chute, a bola pega em Clayson e vai ao gol, mas Léo faz defesa incrível, aos 34′ do 1º tempo

A equipe atleticana deu nova bobeira na bola aérea e sofreu o empate nos acréscimos do primeiro tempo. Fagner cruzou na área e a bola sobrou para Boselli chegar batendo de esquerda: 2 a 2.

Gol do Corinthians! Boselli chuta dentro da área e marca, aos 47' do 1º tempo

Gol do Corinthians! Boselli chuta dentro da área e marca, aos 47′ do 1º tempo

Sem mudanças, o Athletico voltou para o segundo tempo com menos ritmo e deixou a bola com o Corinthians, que diminuiu os espaços. O Timão quase marcou o terceiro gol aos 11 minutos, depois que Vagner Love ficou cara a cara com o goleiro Léo, que fez grande defesa.

Vagner Love fica cara a cara com Léo e o goleiro faz grande defesa, aos 11' do 2º tempo

Vagner Love fica cara a cara com Léo e o goleiro faz grande defesa, aos 11′ do 2º tempo

O Furacão respondeu à altura com Thonny Anderson, que fez fila no ataque e passou por cinco marcadores. O atacante quase marcou um golaço, mas Cássio espalmou para longe.

Thonny Anderson faz fila no ataque e quase marca um golaço, aos 12' do 2º tempo

Thonny Anderson faz fila no ataque e quase marca um golaço, aos 12′ do 2º tempo

Tiago Nunes trocou Rony, que já tinha amarelo, por Vitinho, para manter a intensidade ofensiva. Depois, colocou Lucho no lugar de Erick. O Corinthians conseguiu equilibrar o jogo e aproveitou a queda de rendimento do Furacão. A última mudança do treinador foi a entrada de Braian Romero na vaga de Thonny Anderson, nos minutos finais.

– No segundo tempo mantivemos uma postura parecida do primeiro, mas tem o cansaço físico que pega. A gente buscou, mas o Corinthians se defendeu bem, é uma equipe que não muda a rotação. O que me deixa tranquilo foi a nossa postura de tentar vencer – disse o técnico atleticano.

– Paramos de fazer nos últimos dez minutos o que fizemos nos 35. Pareceu que nos acomodamos com o 2 a 1 naquele momento, e parou de buscar o terceiro gol. Perdemos um pouco do foco, fizemos um jogo mais seguro e fugimos da característica, aí o Corinthians cresceu e teve as bolas paradas..

Mesmo com as falhas, o treinador se mostrou satisfeito com a atuação do Furacão em Itaquera.

– O que me deu tranquilidade e alegria foi ver uma equipe que não sentiu estar jogando fora da sua arena, que se sentiu à vontade e teve números expressivos em finalizações e chances de gol. Muito satisfeito pelo que produzimos em termos de coletividade em números.

Ele completou.

– A gente provocou o Corinthians, sair do seu eixo normal. Fazer dois gols no Corinthians não é normal, ainda mais aqui (em Itaquera). Tivemos muita movimentação, apresentamos linhas de passe para manter a posse, desequilibramos a linha defensiva deles e tivemos chances reais. O Corinthians não mudou a maneira de jogar. Mérito do nosso time que desarticulou as organizações defensivas da equipe da casa – analisou.

Com o empate em 2 a 2, o Athletico se manteve na nona posição na tabela, agora com 35 pontos.

O Athletico volta a campo no próximo domingo, diante do líder Flamengo. O jogo está marcado para as 16h (horário de Brasília), na Arena da Baixada, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ge

Mostrar mais

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar
Fechar
WhatsApp Fale via: WhatsApp