Brasileirão 2019Esporte

Autuori nega propostas por Jean e revela conversa com Sampaoli por reforços

O diretor de futebol Paulo Autuori deu fim ao assunto Jean Mota nesta quarta-feira. O dirigente do Santos negou que tenha propostas pelo meia e elogiou a atitude do jogador em assumir o erro ao desabafar publicamente.

No último sábado, após a derrota no clássico contra o São Paulo, o camisa 41 do Peixe reclamou em ter perdido sequência no time de Jorge Sampaoli, além da falta de comunicação na diretoria santista.

Na última terça, no CT Rei Pelé, o meia voltou à imprensa e pediu desculpa pelas declarações. Ele ainda afirmou que conversaria com Paulo Autuori nesta quarta.

– Não chegou proposta nenhuma ao clube. Isso está claro. Uma coisa é especulação trazida por agentes. Empresários… Outra coisa é proposta oficial. Não houve nenhum tipo de proposta ao clube. Erros todos nós cometemos. Jean assumiu o erro, é um grande profissional. A mensagem anterior serve para eles. Liberdade de expressão é lindo, mas se paga o preço pelo que se fala. Ele teve atitude de caráter, não vi qualquer ofensa em relação à figura de ninguém. Será tratado internamente esse caso. O que eu mais detesto são fogos artificiais, já vi clube falando o que fazer e não fazem nada. É abominável – afirmou Paulo Autuori, em entrevista coletiva, no CT Rei Pelé.

Autuori também revelou o tema discutido na reunião que teve com Sampaoli nos últimos dias. O diretor de futebol afirmou que o treinador está ciente das dificuldades de encontrar um segundo volante no futebol brasileiro.

– Debatemos isso. Sampaoli sabe das dificuldades de agora para encontrar jogador de características que interessam a ele. Eu concordo 100% sobre o tempo. Precisamos de um jogador que trabalhado na prática possa entender ideias e conceitos, com o tempo suficiente para absorver e praticar. Quando se chega no meio da temporada. Santos até 25 de setembro tem jogos no fim de semana, algo atípico. Falei com ele que nenhum clube consegue no início da temporada ter grupo fechado. Tem a ver com um monte de problemas – disse o diretor de futebol.

– Fundamentalmente o vilão do futebol brasileiro é o calendário. Ele está consciente. Por isso falei de continuidade e tempo daqui para frente de planejar quem também possa vir ao Santos no futuro. Atingir nível técnico e competitivo. Às vezes vem um com muita qualidade técnica, mas não tem nível competitivo suficiente. É um filtro claríssimo para as próximas aquisições – emendou.

Autuori foi contratado para tratar de assuntos internos no Peixe e ajudar na integração do futebol de base, feminino e profissional. Ele conta com o apoio do presidente José Carlos Peres, além dos gerentes Renato e Gabriel Andreata.

r7

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Close
WhatsApp chat Fale via: WhatsApp