Política

Marcos Rogério entre os mais influentes do Congresso Nacional

O senador Marcos Rogério (DEM/RO).

Eleito senador em 2018 com 324.939 votos, Marcos Rogério é destaque no Congresso Nacional. Relatório divulgado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), nessa segunda-feira (10/06), coloca o democrata entre os mais influentes do Parlamento.

A lista, chamada de “100 cabeças do Congresso”, aponta Marcos Rogério como um dos parlamentares mais influentes. Único de Rondônia que figura na lista, Marcos Rogério é indicado como um parlamentar com perfil formulador. Isso é, que se dedica à elaboração de textos com propostas para deliberação. “Normalmente são juristas, economistas ou pessoas que se especializaram em determinada área, a ponto de formular sobre os temas que dominam. São, certamente, os parlamentares mais produtivos”, segundo o relatório do Diap.

Não é a primeira vez que Marcos Rogério aparece no levantamento. Em 2015, o parlamentar foi apontado como deputado em ascensão. A atuação em defesa de temas como o combate à corrupção e a defesa do trabalhador, além da qualidade legislativa, o levaram a obter destaque nacional.

“Isso representa uma grande conquista e o reconhecimento de que estou no caminho certo. O trabalho é árduo, mas estamos atuando na construção de um novo Brasil”, apontou o senador.

Atualmente Marcos Rogério preside a Comissão de Infraestrutura no Senado e é titular nas comissões de Constituição e Justiça (CCJ), Assuntos Econômicos (CAE), Direitos Humanos e Participação Legislativa (CDH), e suplente na Comissão de Relações Exteriores (CRE).

Entre os 100 parlamentares que comandam o processo decisório no Congresso, 71 são deputados e 29 são senadores. O Democratas é o quinto partido com o maior número de parlamentares no levantamento: sete (7). Além dos presidentes das duas Casas, Rodrigo Maia (RJ) e Davi Alcolumbre (AP), os parlamentares que se destacam são: Rodrigo Pachego (MG), Elmar Nascimento (BA), Efraim Filho (PB), Rodrigo Maia (RJ) e Kim Kataguiri (SP).

Fonte:Assessoria

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Close
WhatsApp chat Fale via: WhatsApp