Connect with us

Destaque

Adelino Follador critica descontrole e inércia do Governo

Publicado

on

Em pronunciamento nesta quarta-feira (27), no Plenário da Assembleia Legislativa, o deputado Adelino Follador (DEM) voltou a criticar o descontrole e a inércia do Governo do Estado, nas várias frentes da gestão, em especial nas áreas da educação e serviços, destacando a precariedade da malha rodoviária estadual, enquanto o governador Marcos Rocha (PSL), promove uma gincana de nomeações e exonerações quase simultâneas de servidores.

De acordo com o parlamentar, a situação no município de Ariquemes é a marca da incapacidade da gestão pública estadual. Presidindo a sessão, Follador disse que há uma instabilidade geral no comando da residência rodoviária do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), que há cerca de um mês mantém um servidor de carreira como chefe e seu trabalho já começa a apresentar resultados. “Mas, as notícias indicam que outra pessoa, que seria da Polícia Militar, estaria sendo sondada para ocupar seu lugar, em escala de plantão”, informou.

Segundo Adelino, “ora, se a estrutura já é insuficiente, considerando a atual força de trabalho e a demanda pelos serviços na região, imagine a partir de agora sob o comando de um gestor que daria apenas plantão na residência rodoviária? ”, questionou o deputado em tom de desesperança, exigindo do gestor estadual uma postura firme, capaz de transmitir segurança e gerar os resultados que a sociedade necessita e espera de um governador de Estado.

 

Crianças dormindo nas escolas

Para ilustrar o cenário de descaso, Follador disse que em Alto Paraíso, por exemplo, a situação é de desespero, com estradas interditadas, ambulâncias e todo tipo de transporte paralisado, e crianças dormindo nas escolas porque não têm como voltar para casa. “Eu nunca vi nada igual em Rondônia”, lamentou o deputado.

De acordo com Follador, já está passando da hora do Governo começar a trabalhar. “O Estado não suporta mais isso”, disse ele, alertando que nessa região há mais de cinco mil hectares de soja que podem se perder na lavoura porque não há estradas em condições para transportá-la.

O deputado disse ainda que em virtude das péssimas condições das rodovias estaduais, em muitas delas até as ambulâncias estão impossibilitadas de trafegar. “Aqui nesta Casa muitos de nós até tentamos compreender a situação, mas chegamos num ponto que o Poder Legislativo precisa se manifestar, precisa tomar uma posição, em defesa do povo de Rondônia, de quem é legítimo representante”, finalizou Follador.

Texto: Assessoria

Foto: Marcos Figueira

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp