Connect with us

Esporte

Os mais estranhos votos da Bola de Ouro. 35 países ‘esqueceram-se’ de CR7

Publicado

on

Luka Modric conquistou, na noite de segunda-feira, a Bola de Ouro, prémio entregue pela revista France Football ao melhor jogador do mundo, que tem em conta os votos de jornalistas de 176 países.

O internacional croata , do Real Madrid, conquistou um total de 753 pontos, contra os 476 pontos de Cristiano Ronaldo, vencedor das duas últimas edições do troféu, que, desta feita, se ficou pelo segundo lugar.

A votação funciona de forma simples. Cada jornalista escolheu aqueles que, para si, foram os cinco melhores jogadores do ano, sendo que o primeiro recebeu seis pontos, o segundo quatro, o terceiro três, o quarto dois e o quinto um.

No entanto, feitas as contas, houve 35 países que acabaram por não depositar qualquer voto em Cristiano Ronaldo. Foram eles. África do Sul, Andorra, Eritreia, Madagáscar, Malásia, São Cristóvão e Neves, Senegal, Sérvia, Azerbaijão, Finlândia, Malta, Maurícia, Mongólia, Sudão, Bangladesh, Bolívia, Guatemala, Namíbia, Nepal, Níger, Suíça, Bulgária, Iraque, Irlanda do Norte, Usbequistão, Paquistão, Palestina, Tailândia, Togo, Turcomenistão, Japão, Turquia, Costa do Marfim, Dinamarca e Liechtenstein.

De todos estes, a mais estranha escolha terá, porventura, pertencido a Merv-Ann Thompson, jornalista do Saint-Kitts-et-Nevis Observer, de São Cristóvão e Neves, que colocou Neymar na primeira posição, seguido de Sergio Ramos, Luis Suárez, Alisson e Sergio Aguero. Mas há mais casos curiosos.

Hafiz Marikar, do jornal Daily News, do Sri Lanka, votou em Eden Hazard como melhor jogador do ano, seguido de… Roberto Firmino. Já Raju Ghising Tamang, da publicação nepalesa Kantipur Daily, não só não votou em Cristiano Ronaldo, como deu, a Diego Godín, o seu único voto, colocando-o na quinta posição, atrás de Modric, Griezmann, Hazard e Mbappé.

Já em Portugal, Joaquim Rita, da SIC, colocou Cristiano Ronaldo no topo das preferências, seguido de Messi, Modric, Griezmann e Mbappé. Na Argentina, Enrique Wolff, da ESPN Radio, foi bem menos patriota e colocou Messi no terceiro lugar, à frente de Modric e Cristiano Ronaldo, mas atrás de Griezmann e Varane.
Noticias ao minuto
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp