Connect with us

Destaque

Machadinho D’ Oeste – Vereadores votam por NÃO pro criarem uma comissão de procedimentos Administrativos que investigaria denúncias contra vereador e prefeito .

Publicado

on

Ocorreu na noite de ontem,  (22) mais uma sessão ordinária da Câmara Municipal de Machadinho D’ Oeste.

Nesta noite foi colocado em pauta o assunto que ficou conhecido no meio popular como ” escândalo da patrola “ .

Consta na paula que seria lido e em seguida votado um pedido de abertura da comissão de procedimentos administrativos , comissão essa que iria apurar os fatos e denunciar no inquérito 233/2018, que noticias possíveis crimes responsabilidades, corrupção passiva e  crimes ambientais .

O plenário estava lotado de pessoas, e algumas com cartazes de apoio ao prefeito Eliomar  Patrício.

Após a presidente da Câmara, a vereadora Dvanir Martins  Nunes, fazer a leitura do relatório,foi deliberada a votação . A vereadora por varias deixou bem claro não se tratava de julgamento, mas sim de votação para abertura de uma comissão que iria apurar as denúncias, porém  alguns vereadores se manifestaram contra a comissão , tentaram distorce o intuito real da pauta.

Ao final das manifestações dos vereadores, a presidente informou que o voto seria da seguinte forma : SIM , para a criação da comissão , e NÃO  para a não criação da comissão , e por 5 votos a 4 , os vereadores entenderam que não havia necessidade de se criar a comissão , arquivada assim o caso  na casa da legislatura municipal .

A sensação de impunidade que parou sobre alguns eleitores que acharam  que não será feito  mais nada em relação as denuncias , esbarra nas providencias adotadas pelo poder judiciário.

No inquérito 233/2018 , concluído  pela polícia civil de Machadinho, ficou comprovado a materialidade e indícios de autoria dos crimes que os indiciados foram acusados , por isso foi protocolado em todos as esferas competentes para que seja interposta as ações  cabíveis .

O ministério Público  de Machadinho D’Oeste  oferecerá  a denuncia por improbabilidade Administrativa ao vereador Clemente, que se acatada a denuncia , ao final do processo poderá ter seu mandato cassado.

Já o prefeito Eliomar Patrício, como  tem ” Forro por prerrogativa de função enquanto prefeito “, o inquérito foi protocolado  no tribunal de justiça .

A votação  foi aberta, veja como ficou :

Votaram NÃO  à criação da comissão 

 

 

Votaram SIM  à criação da comissão 

 

 

Foro Privilegiado é um direito que é dado a algumas autoridades que ocupam  cargas públicos. Esses direitos é em relação ao julgamento de processos  criminais. O foro privilegiado  permite que os ocupantes desses cargos não sejam julgados pela justiça comum, ( primeira instância) como acontece normalmente com os processos .

 

Fonte: 190 Machadinho

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp