AriquemesCidades

Obras de saneamento básico são retomadas após 10 meses paralisadas

As obras de construção da etapa inicial do saneamento básicoforam retomadas após ficar 10 meses paralisadas em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. Nesta semana, a concessionária da rede de água e esgoto do município divulgou que o serviço ficou parado por conta de uma pendência com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema).

“A obra foi iniciada em agosto do ano passado e na hora que realizamos a juntada, ficou pendente um documento do órgão ambiental. Então a Águas de Ariquemes achou mais prudente aguardar a liberação deste documento, e após isso, retomamos as obras do esgoto”, explicou o engenheiro responsável pela obra, Murilo Siqueira.

Operários e máquinas retornaram até o Setor 3, onde iniciaram a escavação das valas que receberão a tubulação da rede de esgoto. Segundo a concessionária, durante a primeira etapa da obra serão instalados mais de 25 quilômetros da tubulação nos Setores 1 e 3.

Conforme a concessionária, os tubos instalados realizarão a coleta dos dejetos domiciliares e o material será destinado até uma estação elevatória, onde ele será até a estação de tratamento do esgoto por meio de uma linha de recalque.

Atualmente, no município, apenas os Setores de Zona Sul e Jardim Feliz Cidade, que são os residenciais populares, possuem rede de saneamento básico, o que representa 3% do município.

Com a conclusão da primeira etapa do projeto, a expectativa é atender em torno de 11.500 famílias, um total de 10% da população. O percentual deixará Ariquemes acima da média estadual de coleta de esgoto, que atualmente é de somente 4%.

“Essa é uma obra que vem trazer muitos benefícios para o município na questão de saúde para a população. Ela irá melhorar o Índice de Desenvolvimento Humano [IDH], dentre outros benefícios que o esgoto tratado traz para a população”, explicou Murilo Siqueira.

Por enquanto, os moradores precisam se adaptar com o transtorno eventual por conta das máquinas e homens trabalhando nos bairros, o que interdita algumas vias. Mas o engenheiro garante que futuramente a população será beneficiada com o serviço.

A conexão das residências com a rede de esgoto só poderá ser feita após uma visita dos agentes socioambientais e a concessionária orientará os moradores sobre os procedimentos para a adesão do serviço.

“O transtorno é passageiro, a gente até pede um pouco de paciência aos moradores. Nesta primeira etapa que a gente está fazendo a instalação da rede seca, então os moradores ainda não podem estar interligando na rede. No momento oportuno, a empresa comunicará toda a população para a adesão do serviço”, declarou Murilo.

A previsão da empresa é concluir as obras da primeira etapa em até seis meses. A meta estipulada no contrato com a prefeitura é de que em cinco anos, pelos menos 50% da cidade esteja com a rede de esgoto sanitário instalado.

Autor / Fonte: Jeferson Carlos, G1 Ariquemes e Vale do Jamari

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Close
WhatsApp chat Fale via: WhatsApp