Connect with us

Política

Tribunal da Lava Jato afirma que Moro não é suspeito para julgar Lula

Publicado

on

Para o defesa do ex-presidente, Moro teria se tornado suspeito ao participar como palestrante do evento “Lide Brazilian Investment Fórum”, em Nova York, em maio.

 

Os desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negaram nesta quarta-feira, 4, por unanimidade, dois pedidos de exceção de suspeição feitos pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra o juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato.

Um dos pedidos é do processo que investiga a propriedade do sítio de Atibaia (SP) e o outro se refere à ação sobre a propriedade de imóveis em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, de um apartamento ocupado pelo petista e de um terreno que seria para uso do Instituto Lula – bens que teriam sido propina da empreiteira Odebrecht, segundo denúncia do Ministério Público Federal.

Para o defesa do ex-presidente, Moro teria se tornado suspeito ao participar como palestrante do evento “Lide Brazilian Investment Fórum”, em Nova York, em maio. A defesa alegou que a participação de Moro era um “ato de natureza política-eleitoral, uma vez que evento teria ligação com o político e candidato a governador de São Paulo, João Dória Jr”. Na palestra, segundo os advogados de Lula, o magistrado teria feito referências à prisão do petista.

Fonte:Estadão

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp