Connect with us

Destaque Canta Sertão

Mensagem do Dia 23/02/2018

Publicado

on

Outro Olhar

O pintor e documentarista francês, Hugues de Montalembert, tinha trinta e cinco anos quando sua vida mudou drasticamente.
Durante um assalto ocorrido no ano de 1978, em Nova York, ele perdeu a visão.

Após o acidente, ele teve que se adaptar a outra realidade.
Na vida, que antes era banhada pela luz e cor, agora predominaria a escuridão.

Ele que, em sua profissão, entendia o mundo através dos olhos, fotografando paisagens e pintando telas, encontrou-se em um mundo abstrato, composto basicamente por sons.

Mas não se deixou abater e descobriu que a saída estava dentro dele mesmo.

Com o objetivo de reconquistar sua independência e recuperar a liberdade, ele seguiu enfrentando a nova realidade, iniciando um processo contínuo de autossuperação.

O primeiro obstáculo foi vencido quando aprendeu a caminhar pelas ruas acompanhado apenas pela bengala.

Para reencontrar o prazer de viver, empreendeu viagens solitárias a lugares distantes como Indonésia, Groenlândia e Himalaia, desenvolvendo uma impressionante habilidade de ver sem os olhos.

Descobriu que o medo é o principal inimigo da pessoa cega.
E, mesmo sem enxergar, continuou a amar a vida.

Fonte: www.sonhosbr.com.br

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp