Connect with us

Rondônia

Mais 1.300 quilômetros de estradas são recuperadas na região do Vale do Jamari

Publicado

on

Aterro da RO-456 realizado pela Residência do DER em Machadinho.

O Departamento de Estradas de Rodagens, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) segue acelerado com os serviços de recuperação nas rodovias da região Vale do Jamari. No primeiro semestre, foram recuperados mais de 1.300 quilômetros de estradas não-pavimentadas de responsabilidade do governo de Rondônia, para garantir boa estradas à população, ao escoamento da produção e acesso as escola.

Os serviços executados incluem a limpeza lateral, saídas fluviais, aplicação de tubos de concreto para escoar a água, construção de bueiro e recuperação de pontes, alargamento das vias, eliminação de curvas perigosas, patrolamento e cascalhamento.

Em Ariquemes foram recuperados os 96 quilômetros do Travessão B-40, além da recuperação de uma ponte no Km 3. Em Alto Paraíso foram recuperados 94 quilômetros: sendo 65 km ligando ao Distrito de Triunfo e mais 29 quilômetros ligando ao distrito de Bom Futuro.

Na rodovia 140 interligando os municípios de Cacaulândia e Jorge Teixeira foram recuperados 22 quilômetros com serviços de levantamento da estrada, terraplanagem e cascalhamento e implantação de três bueiros.

De acordo com o gerente de campo da Residência Regional do DER em Ariquemes, Paulo Filipiano, especificamente nessa estrada houve a necessidade de fazer aterro com mais de um metro, para depois patrolar e encascalhar. “Precisamos fazer aterro porque a rodovia é cheia de pedras grandes e pontiagudas, dificultando o tráfego e deixando o trânsito perigoso”, explicou.

Foram recuperados outros 66 quilômetros, sendo 35 km da RO-010 que liga os municípios de Monte Negro e Cacaulândia e 31 km da RO- 456, em Rio Crespo que dá acesso a Linha 100 em Oriente Novo.

Devido à grande área de atuação do governo na região do Vale do Jamari, foi instalada uma Residência do DER em Buritis, para cuidar também da região de Campo Novo e parte de Nova Mamoré e Porto Velho. No total, conforme o residente Gilssandro Araújo, no primeiro semestre o DER realizou manutenção em mais de 400 km de estradas.

Atualmente a equipe está na Linha Doizinha, que sai de Buritis, passa pelos distritos de Rio Branco (em Campo Novo), Jacinópolis (em Nova Mamoré), chegando à Estrada Parque, que dá acesso a RO-420 (Linha D) garantindo acesso aos municípios de Nova Mamoré e Guajará-Mirim, totalizando 120 km de extensão.

No município de Machadinho do Oeste o governo reativou a Residência do DER para cuidar de outros 430 quilômetros de estradas. Segundo o chefe de campo local, Carlucio Santana, todas as rodovias que ligam o município aos distritos de Oriente Novo, Tabajara, Entre Rios e Pé de Galinha estão revitalizadas, facilitando o transporte e o comércio com o escoamento da produção agrícola.

O Vale do Jamari é considerada a maior região de Rondônia, composta por nove municípios: Alto Paraíso, Ariquemes, Buritis, Cacaulândia, Campo Novo de Rondônia, Cujubim, Machadinho do Oeste, Monte Negro e Rio Crespo.

“São mais de 1.300 km de estradas de chão de responsabilidade do governo na região do Vale do Jamari. Para cuidar de todas as rodovias, o governo de Rondônia abriu uma Residência do DER em Buritis e reabriu a regional de Machadinho, vez que a unidade de Ariquemes tinha dificuldade para levar maquinário para toda a região”, explicou o diretor do DER, Ezequiel Neiva.

Fonte:SECOM

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp