Connect with us

Rondônia

Concursos públicos com mais de 200 vagas

Publicado

on

Salários variam e R$ 1.57 mil R$ 27.50 mil. Só para a prefeitura são 134 vagas para suprir a carência de professores nas séries iniciais.

Desde a última quinta-feira, 29, estão abertas as inscrições para o processo seletivo simplificado da Prefeitura de Porto Velho. O concurso é para contratação de professores para as séries iniciais do 1° ao 5° ano, para exercer a função na Zona Rural e Urbana. Serão feitas provas objetivas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Matemático, Noções de Informática. O salário é de R$ 1.572,61 e são ofertadas 134 vagas.

Algumas das atribuições são: elaborar e cumprir o Plano de Trabalho e Planos de Aula de acordo com a proposta pedagógica e conteúdo programático preestabelecido; atuar nas atividades de articulação da escola com a família e com a comunidade; e manter os registros escolares de sua atribuição em ordem;

Concurso TST

A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat) publicou na quinta-feira (29), no Diário Oficial da União, o edital de abertura do 1º Concurso Público Nacional Unificado para a Magistratura do Trabalho. A inscrição preliminar terá início na terça-feira (4) e vai até 2 de agosto, e deverá ser feita pelo site da fundação Carlos Chagas (FCC).

A taxa de inscrição é de R$ 275,00. O processo seletivo visa ao preenchimento de 132 vagas para juiz do trabalho e aquelas que surgirem durante o prazo de validade do certame (dois anos, prorrogável por igual período).

O concurso prevê a reserva de vagas a negros e pessoas com deficiência, conforme legislação aplicável aos concursos públicos para magistratura. O valor do subsídio do cargo de juiz do trabalho substituto é de R$ 27.500,17.

O candidato deverá declarar que é brasileiro, diplomado em Direito e que deverá atender, até a data da inscrição definitiva, a exigência de três anos de atividade jurídica exercida após a obtenção do grau de bacharel em Direito.

A primeira e segunda etapas já têm datas definidas: a prova objetiva será realizada no dia 8 de outubro, nas 24 cidades-sede dos TRTs, e as provas escritas, discursiva e de sentença, em 2 e 3 de dezembro, em Brasília (DF).

Governo do estado vai contratar mais de 200 jovens

Governo vai contratar mais de 200 jovens para serviços administrativos na PM e Bombeiros; edital sai na primeira quinzena deste mês.

O Governo de Rondônia vai selecionar 250 jovens, desempregados, com idade entre 18 e 23 anos para prestar serviços administrativos na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros Militar. A contratação está prevista na lei estadual que criou o Programa de Prestação Voluntária de Serviços Administrativos (PPVSA).

Para que seja deflagrado o processo de escolha dos voluntários, faltam apenas a assinatura do decreto que regulamenta a lei e o lançamento do edital de seleção. A previsão é de que o processo seletivo inicie ainda na primeira quinzena de julho. O curso para os selecionados deve iniciar em setembro.

Serão destinadas 220 para a Polícia Militar e as outras 30 para o Corpo de Bombeiros. Os números correspondem proporcionalmente ao efetivo de cada instituição. Das vagas oferecidas, 10% são destinadas a pessoas portadoras de necessidades especiais.

A remuneração, é de R$ 1.288. Se o contrato for estendido por mais um ano será acrescido de mais R$ 200. Os candidatos serão selecionados através de prova teórica e exame médico. A escolha é diferente da que seleciona militares.

O PPVSA foi institucionalizado no final de março deste ano. Além de oferecer oportunidade de trabalho a jovens em situação de vulnerabilidade, propõe a liberação, para atividades operacionais, de policiais que estão em serviços administrativos.

Os servidores voluntários vão atuar nas atividades relacionadas ao videomonitoramento, call center 190, atendimento ao público e em algumas unidades e serviços administrativas, como arquivamento e produção de documentos.

Inicialmente, os voluntários serão empregados em locais onde o efetivo está incompleto. Não significa necessariamente que os 250 policiais serão liberados para as atividades operacionais. Os servidores voluntários terão carga horária de seis horas, enquanto os policiais cumprem 12 horas.

Os voluntários serão distribuídos em todo o estado, nas regiões onde houver instalada uma Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), Serviço de Monitoramento e Central 190.
Fonte:Diário da Amazônia

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp