Connect with us

Esporte

Em BH e Floripa, Chape se divide, e Mancini desabafa: “Ridículo”

Publicado

on

Com dois jogos em menos de 24h, Chapecoense envia equipes diferentes; com Campeonato Catarinense de prioridade, titulares viajam para enfrentar o Avaí

Vagner Mancini Chapecoense (Foto: Sirli Freitas / Chapecoense)Mancini desaprova pequeno intervalo de tempo entre os jogos (Foto: Sirli Freitas / Chapecoense)

Mal iniciou o ano e a Chapecoense já tem problemas no vasto calendário de jogos que terá na temporada. Com dois jogos em menos de 24h, o clube se dividiu ao meio para poder dar conta dos compromissos. Nesta quarta, contra o Avaí, o Verdão disputa a liderança do Campeonato Catarinense, com o time titular. Já na quinta, em Minas Gerais, enfrenta o Cruzeiro pela Primeira Liga, com o time sub-23. A proximidade entre os jogos não contentou o treinador da Chape, que criticou duramente a situação.

– Até na semana passada eram dois jogos no mesmo dia. Eu vou definir usando apenas uma palavra: ridículo. Futebol brasileiro, em 2017, com dois jogos no mesmo dia… ridículo. Só isso que tenho a dizer – disse o treinador.

Chapecoense e Cruzeiro também deveriam se enfrentar nesta quarta, mas a diretoria verde e branca solicitou ao clube mineiro e à Primeira Liga que a partida fosse antecipada ou adiada. Na manhã desta terça-feira, ambos os times da Chape treinaram, em campos separados, no CT da Água Amarela e em seguida embarcaram para seus compromissos.

– Não tem a possibilidade (de os jogadores reservas do jogo pelo Catarinense irem a Belo Horizonte). Temos um outro jogo no sábado e temos que focar em Avaí e Brusque, para que o Emerson Cris foque no jogo contra o Cruzeiro. Aquele time que foi para o Equador jogar o amistoso e mais algumas peças é que vai jogar em Minas. E nós que vamos para Florianópolis, vamos para dois jogos: Avaí e Brusque.

 Eu vou definir usando apenas uma palavra: ridículo. Futebol brasileiro, em 2017, com dois jogos no mesmo dia… ridículo. Só isso que tenho a dizer.
Vagner Mancini, técnico da Chapecoense

Chapecoense que enfrenta o Avaí: Elias; Zeballos (Diego Renan), Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Amaral, Andrei Girotto e Nenén; Osman, Rossi e Wellington Paulista. Técnico: Vagner Mancini

Chapecoense que enfrenta o Cruzeiro: Tiepo; Lucas Marques, Hiago, Vinicius e Busanelo; Lucas Mineiro, Scalon e Bryan; Lourency, Wesley Natã e Perotti. Técnico: Emerson Cris

Com sete pontos no estadual, a Chape disputa a liderança com o Avaí. Caso vença nesta quarta-feira, passa o Leão na tabela de classificação. Já na Primeira Liga, o Verdão do Oeste empatou o primeiro jogo contra o Joinville e agora busca a primeira vitória na competição.

Fonte: globoesporte

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp