Connect with us

Campeonato Paulista

Análise: realidade desafia Palmeiras em vitória difícil sobre o Botafogo

Publicado

on

Contra expectativa de espetáculo por ter reforçado elenco que já era muito bom, atual campeão brasileiro sofre com dificuldades comuns a times em início de temporada

A expectativa foi desafiada pela realidade neste último domingo, na arena do Palmeiras, onde o campeão brasileiro estreou no Paulista com vitória sobre o Botafogo por 1 a 0(veja os melhores momentos acima). Aquele que é apontado como o melhor elenco do país tropeçou nas dificuldades comuns a equipes em início de temporada, mas venceu, mesmo sem se impor.

felipe melo palmeiras (Foto: Ale Viana/Estadão Conteúdo)Felipe Melo atuou à frente da defesa no esquema 4-1-4-1 (Foto: Ale Viana/Estadão Conteúdo)

O Palmeiras foi a campo montado no 4-1-4-1, como Eduardo Baptista tem treinado desde que chegou, no começo do ano. Felipe Melo foi o 1 à frente da defesa; William, o 1 do ataque. Contra o Botafogo, o primeiro funcionou, o segundo nem tanto.

São mudanças significativas no Palestra Itália, de técnico, atletas, esquema. O desempenho abaixo da expectativa no primeiro jogo oficial não deve causar preocupações, especialmente para quem espera a volta do lesionado Yerri Mina (Edu Dracena, o substituto, foi bem), de Moisés e do meia Alejandro Guerra. As coisas tendem a se encaixar em breve.

Além da vitória, a boa notícia é uma velha notícia. Tchê Tchê é bom, muito bom, fundamental no meio de campo alviverde. Teve calma e boa visão no lance em que marcou o único gol do jogo – ainda contou com uma ajuda de Neneca, que demorou a pular numa bola defensável.

O Palmeiras na estreia do Paulista contra o Botafogo (Foto: GloboEsporrte.com)O Palmeiras na estreia do Paulista contra o Botafogo

Ponto para Eduardo Baptista, que insiste em ter o meia mais próximo do gol adversário do que Cuca permitia no ano passado. Tchê Tchê deixou o campo lesionado, no segundo tempo, depois de uma pancada no ombro esquerdo. Ele fez exames, os resultados serão divulgados nesta segunda.

Contra o Botafogo, o meio do Palmeiras se movimentou bastante, especialmente no primeiro tempo, quando as pernas pesavam menos. Dudu, Tchê Tchê, Raphael Veiga e Roger Guedes trocavam de posição a todo instante, Willian ainda voltava para buscar jogo.

Lá atrás, o Botafogo causou problemas, mas Fernando Prass demonstrou segurança com boas defesas. Na frente, faltou chutar a gol. William não conseguiu, Alecsandro, que entrou no intervalo, também não ajudou.

No fim, os visitantes terminaram com 14 finalizações, o dobro dos donos da casa, mas não conseguiram empatar – até marcaram, mas em lance corretamente anulado por impedimento.

A torcida palmeirense pode manter a expectativa alta. É provável que a realidade ainda pregue peças, principalmente nessas primeiras partidas do ano, porém. Nada que diminua as pretensões alviverdes para a temporada.

O Palmeiras volta a campo no próximo domingo, contra o Ituano, em Itu, às 19h30.

Fonte: globoesporte

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp