Connect with us

Sem categoria

Seguradora retira do mar destroços do avião que caiu com ministro Teori

Publicado

on

O trabalho de remoção dos destroços está sendo feito pela empresa AGS Logística, que foi contratada pela seguradora do avião.

Seguradora retira do mar destroços do avião que caiu com ministro Teori

Foi iniciada neste domingo (22) a remoção dos destroços do avião que caiu no mar em Paraty (RJ) na última quinta-feira (19). Estavam a bordo da aeronave o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavaski; o Carlos Alberto Fernandes Filgueiras; a massoterapeuta Maíra Lidiane Panas Helatczuk; a professora Maria Hilda Panas Helatczuk, mãe de Maíra; e o piloto Osmar Rodrigues. Todos morreram.

De acordo com informações do jornal “O Estado de S.Paulo”, o trabalho de remoção dos destroços está sendo feito pela empresa AGS Logística, que foi contratada pela seguradora do avião. O equipamento pertencia ao grupo hoteleiro Emiliano, do qual Filgueiras era sócio majoritário.

Os destroços tiveram de ser içados por um guindaste que estava sobre uma balsa. A embarcação saiu de Niterói no último sábado (21) e demorou cerca de 24 horas para chegar até o local do acidente. A previsão era de que o traslado durasse 12 horas, mas o tempo de viagem foi aumentado em razão do mau tempo.

O material recolhido será enviado ao Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro , onde passará por perícia. O trabalho de apuração das causas será feita por técnicos do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), órgão vinculado à Força Aérea Brasileira. Ainda não há prazo para divulgação dos relatórios sobre o acidente.

Propriedade

A aeronave acidentada pertencia ao grupo Emiliano, do empresário Carlos Alberto Fernandes Filgueiras. Ele era sócio do banco BTG Pactual em um empreendimento imobiliário. O banqueiro André Esteves, que presidiu o BTG até 2015, já foi beneficiado por uma decisão de Teori, que era relator da Lava Jato no Supremo. Em abril do ano passado, o ministro revogou a prisão domiciliar de Esteves, que pôde voltar ao trabalho.

O avião que transportava Teori era um Beechcraft King Air C90GT, registrado com o prefixo PR-SOM. O equipamento estava registrado na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) em nome da empresa Emiliano Empreendimentos e Participações Hoteleiras e foi adquirido pelo grupo em outubro de 2015. A aeronave, um turbo-hélice com capacidade para transportar sete pessoas, tinha Certificado de Aeronavegabilidade válido até abril de 2022. A data de validade da IAM (Inspeção Anual de Manutenção) seria em abril deste ano.
Fonte:IG

Seguradora retira do mar destroços do avião que caiu com ministro Teori Seguradora retira do mar destroços do avião que caiu com ministro Teori
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp