Connect with us

Destaque

Grupo de 19 brasileiros desaparece ao tentar entrar ilegalmente nos Estados Unidos

Publicado

on

Grupo de 19 pessoas, que entraria ilegamente nos EUA, sumiu após deixar as Bahamas, informou o Itamaraty. Foto: Renato Soares é um dos brasileiros desaparecidos, informa o jornal “Diário do Rio Doce”

Grupo de 19 brasileiros desaparece ao tentar entrar ilegalmente nos Estados Unidos

O Ministério das Relações Exteriores está tentando localizar um grupo de 19 brasileiros que desapareceu depois de deixar as Bahamas rumo aos Estados Unidos, onde buscavam entrar ilegalmente, informou o Itamaraty neste domingo (25). Tanto a embaixada brasileira em Nassau quanto o consulado brasileiro em Miami, nos EUA, estão atuando no caso, de acordo com o Itamaraty. O grupo estaria desaparecido desde 6 de novembro.

Por se tratar de um caso que ainda está em apuração, o Itamaraty não divulgou nem confirmou a identidade dos desaparecidos. O governo brasileiro ressaltou que está em contato permanente com os familiares dos desaparecidos para tentar localizá-los. A reportagem tentou entrar em contato com a Embaixada dos Estados Unidos em Brasília, mas foi informada de que só poderia obter resposta na próxima terça-feira (27).

Segundo o jornal “Diário do Rio Doce”, a maioria dos brasileiros do grupo são de Minas Gerais e do Pará. Eles estariam em um barco com dezenas de imigrantes que deixou as Bahamas rumo aos Estados Unidos. Segundo o jornal, o sumiço deixou apreensivas várias famílias da região de Governador Valadares.

Identidades

Entre os desaparecidos, de acordo com o jornal “Diário do Rio Doce”, estão os brasileiros Márcio Pinheiro de Souza e Renato Soares de Araújo, moradores de Sardoá (MG); Arlindo de Jesus Santos, de Rondon do Pará (PA); além de Bruno Oliveira Souza, Reginaldo Ferreira Martins, um homem de prenome Diego e outros treze cujas identidades e procedência ainda são desconhecidas, informa o jornal mineiro.

“O Márcio fez o último contato com a família no sábado, dia 5 de novembro, dizendo que faria a travessia para os EUA no domingo. Depois disso ele sumiu e ninguém mais dá notícia de seu paradeiro”, disse ao jornal uma mulher de nome Jeniffer, que é amiga de Márcio Pinheiro de Souza, um dos desaparecidos.

“Já fiz contato também com a polícia de fronteira dos EUA, com o Departamento de Imigração, com o consulado brasileiro, mas ninguém sabe de nada. Não falam se ele foi morto ou preso, e isso faz aumentar nossa agonia”, acrescentou Jeniffer.
Fonte:Uol

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp