Connect with us

Esporte

Venda “dolorosa” do Milan para chineses já tem data para acontecer

Publicado

on

Silvio Berlusconi confirmou a negociação ainda para este ano de 2016 e deve continuar tendo um cargo alto dentro do clube

O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi afirmou que a conclusão da venda do Milan a um grupo de investidores chineses deverá acontecer ainda neste ano. E o presidente do clube rossonero já deu até data para concluir a negociação.

“O ‘closing’ foi fixado para o dia 13 de dezembro. Acreditamos que não haverá obstáculos para conseguir as autorizações do Estado chinês. Pensamos que [a venda do Milan será selada] na data anunciada”, afirmou Berlusconi durante um jantar após o empate por 2 a 2 no clássico com a Inter de Milão, neste domingo.

Silvio Berlusconi, presidente do Milan, confirmou a venda do clube para 13 de dezembro
Divulgação

Silvio Berlusconi, presidente do Milan, confirmou a venda do clube para 13 de dezembro

O ex-premier italiano também disse que a venda nunca foi algo fácil e que o universo do futebol pode ser comparado atualmente com um jogo de Monopoly. Vender o time “foi uma decisão muito dolorosa e por isso talvez o futebol seja como o Monopoly, onde os milhões não contam nada”, disse o político.

Berlusconi também disse qual influência quer ter no Milan depois que ele for vendido. “Os chineses insistem com muita determinação que eu continue como o presidente do Milan. Mas continuar presidente em uma sociedade de outros era uma coisa que eu não podia considerar.

“Me ofereceram a presidência honorária sem a nomeação de outro presidente. Acredito que posso tentar uma situação como essa”, explicou o italiano. O ex-primeiro-ministro também disse que, com esse cargo, deve ter “possibilidade de intervenção, por exemplo, dizer sim ou não a aquisições e concessões”.

As informações são da agência Ansa.

China investindo pesado na Itália

Depois dos rivais Inter de Milão e Milan, mais um clube italiano pode ser vendido para investidores chineses: o Palermo. E foi o próprio Maurizio Zamparini, presidente do clube, que confirmou a possibilidade: “Estamos em negociação há quatro ou cinco meses”. Em entrevista à rádio italiana Anch’io Sport, o mandatário disse “Quero vender (o clube) verdadeiramente porque tenho 75 anos”.

Fonte: IG

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp