Connect with us

Destaque

Mais de 110 mil eleitores estão impedidos de votar em Rondônia

Publicado

on

Grande parte dos títulos foi cancelada em Rondônia após sistema de biometria.

Mais de 110 mil eleitores estão impedidos de votar em Rondônia

As estatísticas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RO) sobre a situação dos eleitores em Rondônia mostram que pelos 110.942 estão com o título cancelado para as eleições deste ano, grande parte por não atender ao chamamento para recadastramento pelo Sistema Biométrico. No caso de Porto Velho, são 29.960 eleitores.

Em Ji-Paraná, segundo maior colégio eleitoral do Estado, os eleitores que não poderão votar no dia 2 de outubro chegam a 21.345, segundo Fórum Eleitoral do município, com base no cadastramento biométrico realizado em outubro do ano passado.

O tribunal alerta, que essas pessoas estão sujeitas a uma série de restrições legais, como não poder se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles; não receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como, fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza, mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição; não obter passaporte ou carteira de identidade; não participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos Estados, dos territórios, do Distrito Federal ou dos municípios, ou das respectivas autarquias; não obter empréstimos nas autarquias, sociedades de economia mista, Caixas Econômicas Federal ou Estaduais, nos institutos e caixas de previdência social, bem como, em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo, ou de cuja administração este participe, e com essas entidades celebrar contratos; não renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; não praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda; não obter certidão de quitação eleitoral, conforme disciplina a Res.-TSE nº 21.823/2004; e a não obter qualquer documento nas repartições diplomáticas a que estiver subordinado.
Fonte:Diário da Amazônia

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp