Connect with us

Esporte

Noite de maldade e golaços: Flamengo vira contra o Figueirense e avança para oitavas

Publicado

on

Com toque sutil de Everton, e chutaços de Jorge e Fernandinho, time carioca supera gol no início de Rafael Silva. Ex-vascaíno provocou e foi expulso aos 28 minutos do primeiro tempo.

RESUMÃO

  • DE CANHOTA, DE VIRADA – Com intensidade e equilíbrio, como pedia Zé Ricardo na véspera da partida, mas com ainda mais emoção que nos 4 a 2 de ida para os catarinenses, o Flamengo virou o jogo contra o Figueirense, inverteu a vantagem e conseguiu a classificação na Copa Sul-Americana, em Cariacica (ES). Após sofrer gol com apenas cinco minutos de Rafael Silva, ex-Vasco, o time jogou com um a mais desde os 28 minutos do primeiro tempo – Rafael foi expulso – e marcou três golaços para garantir a vaga nas oitavas de final. Everton, Jorge e Fernandinho marcaram os gols da classificação.

     
  • PERUANOS OU CHILENOS? – O Flamengo vai enfrentar o vencedor de Real Garcilaso (Peru) e Palestino (Chile). Os times sul-americanos empataram no Peru na primeira partida. O jogo de volta será realizado dia 15 de setembro, no Chile. Nos dias 21 e 28 de setembro, os classificados disputam as oitavas de final.
  • PRIMEIRO TEMPO – A estratégia era clara e não podia ser outra: sufocar o Figueirense. Atrás de dois gols, o Fla sofreu um logo no início. Rafael Silva lembrou tempos de Vasco, ganhou divididas de Rafael Vaz e Réver, bateu no canto de Alex Muralha e provocou como no gol que eliminou o Rubro-Negro na Copa do Brasil do ano passado. Mas era muito cedo. Everton saiu da esquerda, tabelou com Gabriel e encobriu Gatito Fernandez. Os dois pontas rubro-negros não paravam de correr. Pará e Jorge também atacavam sem parar. Encolhido, o Figueirense não conseguia respirar.
    O time de Santa Catarina só tinha saída com Carlos Alberto e Ferrugem. Muito fechado, a retranca foi furada com outro bonito gol rubro-negro. Em linda jogada, Jorge passou com a bola por Ferrugem e Pedroso e acertou chutaço no ângulo. Vinte minutos depois de Rafael Silva abrir o placar, o Flamengo virava. Para completar, o ex-vascaíno ainda foi expulso por falta feia em cima de Jorge – ele já havia levado cartão amarelo quando tirou a camisa na comemoração.
     
  • SEGUNDO TEMPO – Bem marcado, Damião finalizou pela segunda vez no início do segundo tempo, mas foi novamente travado pela zaga catarinense. Apesar das poucas chances, ele brigava muito. Numa das divididas, após tabela de Pará e Diego, Réver chutou e Gatito pegou mais uma. Aos 13 minutos, Zé Ricardo tirou Márcio Araújo e colocou Alan Patrick. Em seguida, Fernandinho entrou na vaga de Everton. Depois que Gabriel perdeu chance incrível, Fernandinho fez linda jogada individual e o chute, que explodiu no travessão, terminou na rede do Figueirense: 3 a 1 e a classificação foi para as mãos do Flamengo. O Figueirense ainda assustou em cabeçada de Bruno Alves, que passou rente à trave, mas os cariocas seguraram o placar.
     
  • PRÓXIMOS JOGOS – Segundo colocado no Brasileiro, o Flamengo volta a campo somente no dia 7 de setembro, contra a Ponte Preta, também em Cariacica, às 21h45. Na mesma data, mas um pouco mais cedo (16h), o Figueirense recebe o Atlético-PR, no estádio Orlando Scarpelli. Os catarinenses estão na 18ª posição, na zona de rebaixamento.
     
  • DE CANHOTA, DE VIRADA – Com intensidade e equilíbrio, como pedia Zé Ricardo na véspera da partida, mas com ainda mais emoção que nos 4 a 2 de ida para os catarinenses, o Flamengo virou o jogo contra o Figueirense, inverteu a vantagem e conseguiu a classificação na Copa Sul-Americana, em Cariacica (ES). Após sofrer gol com apenas cinco minutos de Rafael Silva, ex-Vasco, o time jogou com um a mais desde os 28 minutos do primeiro tempo – Rafael foi expulso – e marcou três golaços para garantir a vaga nas oitavas de final. Everton, Jorge e Fernandinho marcaram os gols da classificação.
     
  • PERUANOS OU CHILENOS? – O Flamengo vai enfrentar o vencedor de Real Garcilaso (Peru) e Palestino (Chile). Os times sul-americanos empataram no Peru na primeira partida. O jogo de volta será realizado dia 15 de setembro, no Chile. Nos dias 21 e 28 de setembro, os classificados disputam as oitavas de final.
  • PRIMEIRO TEMPO – A estratégia era clara e não podia ser outra: sufocar o Figueirense. Atrás de dois gols, o Fla sofreu um logo no início. Rafael Silva lembrou tempos de Vasco, ganhou divididas de Rafael Vaz e Réver, bateu no canto de Alex Muralha e provocou como no gol que eliminou o Rubro-Negro na Copa do Brasil do ano passado. Mas era muito cedo. Everton saiu da esquerda, tabelou com Gabriel e encobriu Gatito Fernandez. Os dois pontas rubro-negros não paravam de correr. Pará e Jorge também atacavam sem parar. Encolhido, o Figueirense não conseguia respirar.
    O time de Santa Catarina só tinha saída com Carlos Alberto e Ferrugem. Muito fechado, a retranca foi furada com outro bonito gol rubro-negro. Em linda jogada, Jorge passou com a bola por Ferrugem e Pedroso e acertou chutaço no ângulo. Vinte minutos depois de Rafael Silva abrir o placar, o Flamengo virava. Para completar, o ex-vascaíno ainda foi expulso por falta feia em cima de Jorge – ele já havia levado cartão amarelo quando tirou a camisa na comemoração.
     
  • SEGUNDO TEMPO – Bem marcado, Damião finalizou pela segunda vez no início do segundo tempo, mas foi novamente travado pela zaga catarinense. Apesar das poucas chances, ele brigava muito. Numa das divididas, após tabela de Pará e Diego, Réver chutou e Gatito pegou mais uma. Aos 13 minutos, Zé Ricardo tirou Márcio Araújo e colocou Alan Patrick. Em seguida, Fernandinho entrou na vaga de Everton. Depois que Gabriel perdeu chance incrível, Fernandinho fez linda jogada individual e o chute, que explodiu no travessão, terminou na rede do Figueirense: 3 a 1 e a classificação foi para as mãos do Flamengo. O Figueirense ainda assustou em cabeçada de Bruno Alves, que passou rente à trave, mas os cariocas seguraram o placar.
  • PRÓXIMOS JOGOS – Segundo colocado no Brasileiro, o Flamengo volta a campo somente no dia 7 de setembro, contra a Ponte Preta, também em Cariacica, às 21h45. Na mesma data, mas um pouco mais cedo (16h), o Figueirense recebe o Atlético-PR, no estádio Orlando Scarpelli. Os catarinenses estão na 18ª posição, na zona de rebaixamento.
     
  • RAFAEL CORTOU NA PRÓPRIA CARNE – Talvez inflamado por voltar a marcar contra o Flamengo num jogo mata-mata, o ex-vascaíno Rafael Silva transformou a partida com a provocação aos cinco minutos. Fez um gol bonito e terminou expulso 23 minutos depois de abrir o placar. O time visitante ficou ainda mais encurralado em campo. No fim, teve que aturar Damião fazendo seu gesto e saindo com a classificação para o Rio de Janeiro.
     
  • FERNANDINHO ENCANTA E DESECANTA – Em noite inspirada dos canhotos rubro-negros, Fernandinho não tocou na bola para furar a defesa do Figueirense. A finta de corpo foi o suficiente para abrir espaço na área dos catarinenses. E o chutaço no travessão impediu defesa de Gatito Fernandez.
     
  • MALDADE E GOLAÇOS – Com intensidade e equilíbrio, como pedia Zé Ricardo na véspera da partida, mas com ainda mais emoção que nos 4 a 2 de ida, o Flamengo virou o jogo contra o Figueirense, inverteu a vantagem e conseguiu a classificação na Copa Sul-Americana, em Cariacica (ES). Após sofrer gol com apenas cinco minutos de Rafael Silva, ex-Vasco, o time jogou com um a mais desde os 28 minutos do primeiro tempo – Rafael foi expulso – e marcou três golaços para garantir a vaga nas oitavas de final.

    Fonte: globoesporte

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp