Connect with us

Política

Justiça bloqueia mais de R$ 4 milhões de Melki e Marlon Donadon

Publicado

on

Uma ação Civil Pública proposta pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) contra os ex-prefeitos de Vilhena, Marlon Donadon e Melki Donadon, resultou no bloqueio de bens de ambos. A decisão, que bloqueia exatos R$ 4.484.789,00 dos primos, é do juiz Rafael Ângelo Slomp, da Vara Federal de Vilhena, datada do dia 05 de julho de 2016.

e3940f87-0172-493b-99f8-9bb7911c5c64Melki e Marlon, que se revezaram na prefeitura, sendo que o primeiro governou a cidade entre 2001 e 2004, quando foi sucedido no cargo pelo outro, são acusados de cometer irregularidades em obras executadas pela GM Engenharia no trecho urbano da BR 364.

Os Donadon acusados na ação se manifestaram no processo, alegando, entre outras coisas, prescrição dos crimes a atribuídos a eles. Detalhe: Marlon, que cursa faculdade de medicina na Bolívia, foi representado no processo por um advogado “dativo”, uma vez que não mostrou interesse em se defender.

Embora o magistrado federal de Vilhena não tenha se manifestado sobre a eventual prescrição dos crimes nesta fase, determinou o bloqueio dos bens dos acusados na seguinte proporção: Marlon, R$ 1.081.445,60 (um milhão, oitenta e um mil, quatrocentos e quarenta e cinco reais e sessenta centavos); e Melki, R$ 3.403.343,40 (três milhões, quatrocentos e três mil, trezentos e quarenta e três reais e quarenta centavos).

O DNIT, assistido pelo MPF, aponta várias falhas que resultaram em prejuízos aos cofres públicos. O órgão, que liberou os recursos para as obras, pede não apenas a devolução do que teria sido efetivamente desviado, mas também multas para ambos os gestores.

O ex-prefeito Melki Donadon disse que não há irregularidades nas obras, que foi contratada antes de ele ser prefeito de Vilhena, há 18 anos. Ele vê motivação política para, depois de tantos anos, o órgão federal alegar que houve irregularidades nas obras.

Fonte: PAINEL POLÍTICO / rondoniaovivo

 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp