Connect with us

Plantão Jogo Aberto

Planejamento estratégico reduz tempo de internação e aumenta capacidade de atendimento em 20%

Publicado

on

planejamento-estrategico-reduz-tempo-de-internacao-e-aumenta-capacidade-de-atendimento-em-20540x304_44325aicitono_1amu3mpu61at41v5880rvb1ddfaO Hospital e Pronto-Socorro João Paulo II, em Porto Velho, referência no atendimento de urgência e emergência em Rondônia, realizou 17.094 atendimentos, de média e alta complexidades, nos cinco primeiros meses deste ano. Os dados do setor de estatísticas da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) apontam para um crescimento de pelo menos 20% em relação ao ano passado, de acordo com o Relatório de Gestão 2015, publicado pelo governo de Rondônia.

A ampliação do atendimento é fruto do novo protocolo implantado pelo governo.

De janeiro a maio deste ano, pelo menos 6.456 internações foram registradas. A expectativa é que este número também seja superado, se comparado aos dados de 2015.

Segundo o Relatório de Gestão, no ano passado a unidade de saúde realizou 15.832 internações. O planejamento estratégico feito por técnicos da Sesau que possibilita a melhoria da resolutividade, reduzindo o tempo de permanência do paciente no leito. Esta ação faz com que mais pessoas sejam atendidas em um mesmo leito.

Os números mostram que a clínica médica lidera em procedimentos. No total, 6.373 foram realizados. Em seguida vem o setor de ortopedia com 5.457. No mesmo período, a clínica cirúrgica realizou 5.264 intervenções. As cirurgias realizadas contabilizam 1.383. Durante todo ano de 2015, foram 4.102 cirurgias feitas na unidade de saúde.

De acordo com informações do setor de estatísticas, 1.589 vítimas de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas deram entrada na emergência do João Paulo II, contra apena 171 ocorrências com automóveis. Se comparado aos números de 2014, que registrou mais de 4.600 acidentes, há uma tendência de queda nos registros.

Conforme o secretário estadual de Saúde, Luiz Eduardo Maiorquim, a possibilidade de queda de acidentes envolvendo motos está ligada diretamente à campanha de conscientização realizada ano passado pelo governo que recebeu o nome de “Sobreviventes”. Ele aponta, ainda, a Operação Cavalo de Aço, da Companhia de Trânsito, que inibe os excessos e a imprudência no trânsito da capital.

DESCENTRALIZAÇÃO

Maiorquim chama atenção para o número de pacientes vindos do interior. Dos 17.094 atendimentos, apenas 3.525 foram enviados de outras cidades ao João Paulo II. Para o secretário, é a comprovação de que o programa de descentralização do atendimento implantado pelo governo de Rondônia está dando certo. Ele destaca os atendimentos realizados pelo Hospital Regional de Cacoal e a criação da unidade regional do Hospital de Emergência e Urgência de Rondônia (Heuro), que vem desafogando o atendimento das unidades de saúde em Porto Velho.

Outro aporte importante para a descentralização do atendimento é o Hospital Regional de Extrema. A Secretaria Estadual de Saúde aponta que a unidade realizou mais de 100 mil procedimentos em 2015. A Sesau confirma o crescimento de 51,28% do número de cirurgias de média e alta complexidade em comparação com 2014. Os dados foram divulgados em amplo relatório entregue pela direção-geral da unidade de saúde à Secretaria Estadual de Saúde (Sesau).

Ainda de acordo com o secretário, o Hospital Regional de Extrema (HRE) é uma unidade de referência na Ponta do Abunã. Ele estima que o HRE dê cobertura para uma população de cerca de 60 mil pessoas, contabilizando os distritos e os municípios de Nova Mamoré e Guajará-Mirim.

Toda demanda reprimida de Nova Mamoré e Guajará-Mirim – cidades onde o Governo de Rondônia fez um aporte técnico para melhorar o atendimento – vem sendo absorvida pelo Hospital Regional de Extrema.
Fonte: SECOM

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp