Connect with us

Visão de Fato

Visão de Fato – 18 de Novembro de 2020

Publicado

on

Abertura das urnas reforça capital político do Centrão.

O voto de cada um é muito valioso. O certo é, que não se deve deixar que outro decida por você, porque o seu voto pode ser o voto do desempate. Pois foi o que aconteceu nos municípios de Quinta do Sol (PR) e Itapuca (RS). Os prefeitos eleitos nas duas cidades venceram por apenas um voto de diferença.

Já em Caraúbas (PB), Kaloré (PR) e Jardinópolis (SC) houve empate nas votações para o Executivo municipal. No fim, os candidatos mais velhos ganharam, como estabelece a legislação em caso de empate. Outra curiosidade: Muriaé (MG) elegeu o prefeito mais velho do Brasil, o empresário José Braz, que tem 95 anos.

Denúncia gravíssima Ao comentar os ataques virtuais contra o sistema da Justiça Eleitoral e a demora na apuração dos votos na eleição do último domingo (15), o presidente do TSE, Luis Roberto Barroso, disse que houve uma articulação de milícias digitais que agiram para desacreditar o sistema eleitoral brasileiro com fins políticos.

Isso é gravíssimo. É caso de Congresso Nacional convocar o presidente da Justiça Eleitoral para falar a respeito disso, porque é grave, foi uma tentativa de interferência no voto do cidadão.

E o ministro tem que explicar melhor a história da falha no supercomputador que chegou com atraso, não deu tempo de fazer teste, e com isso dispensou os computadores dos tribunais regionais, que tiveram de mandar tudo para Brasília. Está muito estranho isso.

Isso só reforça a tese de quem defende que a urna eletrônica faça a impressão do voto. A pessoa olha o voto, confere e pronto: não paira qualquer dúvida. Além disso, se precisar, dá para fazer uma recontagem.

Centrão fez bonito nas urnas Os partidos do Centrão, tão criticados pela mídia, saíram ainda mais fortes das eleições municipais do último domingo (15). PSD, PP, DEM e PL conseguiram eleger muito mais prefeitos agora do que em 2016. Aliás, o PP foi o campeão de prefeituras no Nordeste, que outrora foi um reduto petista.

Os partidos que mais encolheram após a abertura das urnas foram PT, PSDB, MDB, PTB, PSL, PDT, PCdoB e PV. Mas é bom a gente lembrar que ainda tem segundo turno em 57 municípios, dos quais 18 são capitais.

O MDB ainda é o partido que mais elege vereadores no país. Na eleição deste ano, todavia, encolheu 3%. O PP é o segundo que mais ganhou cadeiras nas câmaras municipais, com um resultado 34% maior do que em 2016. O DEM subiu 49%; o PSD, 22%; o PL, 15%.

Em contrapartida, o PTB encolheu 19%; o PSDB, 18%; o Psol, 17%; o PDT, 9%; e o PT, 5%. O Psol elegeu apenas 89 vereadores, quase nada se comparado com o PP, que deixa as urnas com 6.346 vereadores. Pior ainda o PCdoB, que não conseguiu eleger ninguém para Câmara Municipal.

O desempenho ruim dos partidos de esquerda e de direita reforça a tese de que os grandes vencedores deste pleito foram os partidos do Centrão, que venceram os três partidos mais tradicionais do país, MDB, PSDB e PT — esse último já é quase um partido nanico.

Saiu a primeira pesquisa de intenção de voto no 2º turno em SP.

Na capital de São Paulo saiu a primeira pesquisa de intenção de voto para esse segundo turno. Segundo o Paraná Pesquisas, Bruno Covas (PSDB) está na frente com 61,5% e Guilherme Boulos (Psol) tem 38,5%. Boulos já conseguiu o apoio do ex-presidente Lula, que nesta terça-feira (17) teve negado recurso para tentar anular a condenação no caso do triplex do Guarujá.

Por Marco Aurélio Candido

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp