Connect with us

Esporte

Grêmio divulga nota e diz que vai pedir anulação do jogo contra o São Paulo pelo Brasileirão

Publicado

on

O Grêmio informou neste domingo que vai pedir a anulação da partida contra o São Paulo, realizada na noite de sábado, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube gaúcho reclama de supostos erros de arbitragem no empate por 0 a 0 e a troca do árbitro responsável pelo VAR.

– Na manhã deste domingo, em face à arbitragem desastrosa e danosa do jogo contra o São Paulo, ocorrido na noite de ontem, após a concessão da troca do quadro arbitral, o presidente Romildo Bolzan Jr comunica que pedirá a anulação da partida, bem como investigação da reunião realizada entre membros da CBF com a parte arbitral que motivou a mudança na escala do árbitro do VAR – diz um trecho do comunicado divulgado pelo clube.

“Equívocos, descritérios, erros e a omissão do VAR em lances capitais da partida colocam a arbitragem brasileira sob suspeição” (Romildo Bolzan, presidente do Grêmio)

 

Dentro de campo, o Grêmio se sentiu prejudicado em pelo menos quatro lances: dois supostos pênaltis não marcados em Pepê no primeiro tempo e em Geromel no segundo , além de faltas em Alisson e Luiz Fernando que seriam para expulsão.

Polêmicas no Morumbi: Grêmio pede pênalti em duas oportunidades contra o São Paulo

Foi uma mudança na escala de arbitragem antes da partida, no entanto, que revoltou ainda mais o time gaúcho. Na quinta-feira, os diretores do São Paulo Raí e Alexandre Pássaro estiveram na CBF para debater supostos erros da arbitragem contra sua equipe.

No encontro com o presidente da comissão de arbitragem, Leonardo Gaciba, ficou definido que Rafael Traci, árbitro de vídeo na polêmica derrota para o Atlético-MG, seria mantido como juiz de campo no confronto diante do Grêmio.

Porém, o responsável pelo VAR, Rodolpho Toski Marques, foi criticado pelo atuação no empate em 3 a 3 com o Fortaleza, no meio da semana, pela Copa do Brasil. Acabou substituído por Elmo Alves Resende Cunha para o duelo com o Grêmio.

Grêmio reclama da arbitragem no empate com o São Paulo — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Grêmio reclama da arbitragem no empate com o São Paulo — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Logo após a partida, o presidente Romildo Bolzan já havia manifestado o descontentamento do clube. No Twitter do Grêmio, ele afirmou que o time foi “flagrantemente prejudicado”, chamou o VAR de “omisso” e disparou que “não há mais espaços para imoralidades”.

– O resultado do jogo não refletiu a partida. O Grêmio foi flagrantemente prejudicado, embora os critérios: pênaltis, cartões e critérios de avaliações. Sem falar no VAR, novamente omisso. Deslegitimou, desacreditou a arbitragem e o crédito do futebol brasileiro pelo antecedente da influência do São Paulo na troca do quadro arbitral. Chega. Sem mais mais espaços para imoralidades – declarou Bolzan.

O vice de futebol Paulo Luz foi na mesma linha. Em sua entrevista após o jogo no Morumbi, afirmou que o campeonato estava sob “suspeição” e classificou os acontecimentos como “uma vergonha nacional” e “assalto”.

– Ele (Rafael Traci) veio para São Paulo condicionado. Por isso, estamos muito indignados e tomaremos todas as atitudes formais, cabíveis junto à CBF e comissão de arbitragem. E esperamos que tenham condições, não de reparar este erro, porque os dois pontos já estão perdidos, mas, daqui para frente, agir com isenção, correção e estabelecer justiça para todos os 20 participantes do Campeonato Brasileiro – criticou Luz.

Ge

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp