Connect with us

Destaque

Em Brasília, deputados estaduais cobram do Dnit a construção de trevo no Cone Sul de Rondônia

Publicado

on

Uma comitiva parlamentar de Rondônia, composta pelos deputados estaduais Ezequiel Neiva (PTB), Luizinho Goebel (PV), Rosangela Donadon (PDT), Chiquinho da Emater (PSB) e Lebrão (PMDB), participou na manhã desta terça-feira (24, de audiência no Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), em Brasília, para cobrar melhoria na infraestrutura da BR-435, de Vilhena a Colorado do Oeste.

Os parlamentares foram atendidos pelo diretor-geral do Dnit, general Antônio Leite dos Santos Filho. Também participaram da reunião os prefeitos de Colorado, professor Ribamar, de Cerejeiras Liseth Mart, de Cabixi Silvênio Almeida, e de Pimenteiras Vino Dondé, além do vereador Edgar Zolinger.

Como pauta central da audiência, a comitiva cobrou a construção de um trevo no entroncamento da BR-364 com a BR-435, em Vilhena, no acesso para os municípios de Colorado do Oeste, Cerejeiras, Cabixi, Pimenteiras e Corumbiara. Os parlamentares também solicitaram ao diretor do Dnit a eliminação de curvas perigosas (da Banana e dos Crentes) na BR-435 (antiga RO-399), no trecho de Vilhena a Colorado do Oeste.

O deputado Ezequiel Neiva destacou que já havia feito à reivindicação das obras na BR-435, no período em que esteve à frente da direção-geral do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos de Rondônia (DER). “Fiz essas solicitações em 2017 e 2018, mas o diretor do Dnit e o presidente da República eram outros”, observou Neiva.

 

Trechos perigosos 

O deputado Ezequiel Neiva observou ainda, que a construção do trevo no entroncamento das BRs 364 e 435, e a eliminação das curvas perigosas na BR-435, são demandas antigas da população do Cone Sul.  O parlamentar disse que o Cone Sul é a região maior produtora de grãos de Rondônia. “O trânsito de carretas é intenso nessas rodovias. Existem curvas muito perigosas e o acesso de Vilhena para Colorado não oferece nenhuma segurança”, afirmou.

Foto e Texto: Assessoria

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp