Connect with us

Política

Dono da Havan é condenado e multado por vídeo pró-Bolsonaro

Publicado

on

O empresário dono das lojas Havan, Luciano Hang foi condenado e multado por vídeo pró-Bolsonaro durante a eleição, em 2018, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), segundo informou o ministro Sergio Banhos.

Luciano Hang terá de pagar uma multa de R$ 2.000 por ter divulgado durante as eleições um vídeo de apoio ao então candidato Jair Bolsonaro (PSL) gravado no interior de uma de suas lojas.

Na decisão, o ministro considerou que a legislação eleitoral brasileira proíbe a divulgação de propaganda política em espaços aberto ao público, como lojas, centros comerciais, templos e estádios e por isso o dono da Havan foi multado.

Na campanha eleitoral do ano passado, o empresário gravou um vídeo em uma de suas lojas em São Bento do Sul (SC), no qual afirma: “Todos sabem a minha posição. Eu sou Bolsonaro! Bolsonaro! Quero uma salva de palmas”, diz o empresário a uma plateia formada por funcionários e clientes da loja. A atitude é irregular e por isso ele foi condenado.

Na sequência do vídeo, Hang ainda pede a todos que saúdem o candidato: “Bolsonaro! Bolsonaro! Bolsonaro!”. As imagens foram posteriormente divulgadas pelas redes sociais do dono da Havan.

O ministro Sérgio Banhos confirmou a decisão, após a defesa de Hang desistir do recurso contra a condenação. Com isso, a defesa concordou com o pagamento da multa de R$ 2.000 imposta ao empresário por decisão do ministro do TSE de julho deste ano.

A ação contra Hang foi apresentada ao TSE pela coligação “Para Unir o Brasil”, do então candidato Geraldo Alckmin (PSDB).

Fonte:Catraca Livre

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp