Connect with us

Destaque

Por atraso de salários, trabalhadores da Caerd entram em greve, por tempo indeterminado, a partir do dia 07/11

Publicado

on

Caerd costuma pagar primeiro o salário dos comissionados e da Diretoria, deixando os demais trabalhadores na penúria.

Os trabalhadores da Comapnhaia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd ) vão entrar em greve a partir desta terça-feira, 7. A decisão veio após várias tentativas do Sindur, Sindicato que representa a categoria, de tentar   um diálogo com a Diretoria da CAERD, sem êxito.

A falta de disposição, pela diretoria, para dialogar com a categoria somou-se ao  descumprimento do indicativo de pagamento dos salários de agosto e setembro para 31/10, apresentado pela  Casa Civil, por meio do  Secretário Emerson Castro.

No último dia 5 de outubro, os trabalhadores decidiram,em assembleia geral,  após reiteradas tentativas de diálogo, deliberar pela greve  a partir do dia 07/11, caso os salários atrasados não fossem pagos.

A Caerd pagou apenas 98%  da  folha de agosto, sem ter qualquer previsão para setembro. E outubro vence nesta sexta,  07/11.

Há alguns meses, os trabalhadores da Caerd já vem  sofrendo com a falta de respeito por parte do Governo do Estado e da atual Diretoria, que adota várias medidas que ,de nenhuma forma,  beneficiam  seus trabalhadores, inclusive fazendo pagamentos por lotes, sendo que os primeiros a receber são sempre os Cargos Comissionados e a própria Diretoria.

A situação é muito grave, pois,  se depender da diretoria da Caerd,  os trabalhadores irão virar o ano de 2017 com três meses ou mais de salários atrasados.  “Infelizmente sabemos que isso faz parte dos planos do Governo para Privatizar a Caerd, pois, de agosto a outubro deste ano, a Caerd arrecadou em torno de 27 milhões, sendo que tem 2 faturamentos de novembro e dezembro para uma obrigação de salários já vencidos de setembro e outubro e os que vão vencer, que são novembro, dezembro e o 13º”, diz o Sindur, em nota.

Então, não restando aos trabalhadores outra alternativa, senão o direito legítimo de greve, a partir do dia 07/11, a categoria paralisará suas atividades. A concentração dos trabalhadores será em frente ao CPA – Centro Político Administrativo-, na Av. Farquar, a partir das 07h00.

Fonte: www.tudorondonia.com.br

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp