Connect with us

Destaque

Ao inaugurar Unisp de Vilhena, Confúcio pede união para enfrentar problemas do município

Publicado

on

Confúcio Moura pediu união das polícias e população para resolver problema da segurança no município.

O governo de Rondônia entregou mais uma Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), projeto financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) que faz parte do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconômica (Pidise), envolvendo projetos nas áreas de educação, segurança, saúde e assistência social entre outros.

No ato de entrega na manhã desta segunda-feira, 16, em Vilhena, o governador Confúcio Moura disse que a ideia de unir as policiais tem sido muito difícil no Brasil. “A Polícia Civil e a Polícia Militar são corporações importantíssimas, mas elas ficam cada qual no seu quadrado. Acaba que terminam trabalhando isoladamente, e o objetivo da Unisp é unir todo mundo”, disse

O governador Confúcio Moura reafirmou o que tem dito na entrega das 11 unidades até agora. “É com união, com o mesmo objetivo do bem comum, e atendendo bem a população, que os problemas são enfrentados localmente nos municípios”, disse. Ele fez um apelo para que a sociedade de Vilhena participe ativamente do Conselho Municipal de Segurança Pública: “Essa é a reação. Em conjunto com os órgãos de segurança provoca a mudança. Minha parte estou fazendo”.

A Unisp de Vilhena representa um investimento de R$ 3.939.304,16, dos quais R$ 650 mil em novo mobiliário, melhorando a estrutura de trabalho de cerca de 70 profissionais da Polícia Civil – incluindo Instituto de Identificação – entre delegados, escrivães e agentes de polícia entre outros. O prédio é localizado na rua Luiz Mazieiro com avenida Jô Santo, bairro Jardim America.

Segundo o delegado titular Lincoln Mizusaki, o novo espaço é bem localizado, próximo ao fórum e ao Ministério Público, e as dependências em sua maioria tem atendido todos os funcionários. Há uma semana a população já utiliza as instalações da Unisp. Cerca de 50 a 70 ocorrências são feitas por dia.

Na área de 2.112 m² estão instalados banheiros com acessibilidade, comissariado, gabinete para delegados e oficiais, sala de audiência, cartórios, depósitos, reserva de armamento, sala de reconhecimento, sala reserva para vítimas, sala para datiloscopistas, sala reservada para agentes de polícia, alojamento, custódia provisória , grupo gerador, lavandeira, copa e poço artesiano.

O prédio anterior, segundo o delegado Lincoln, é na década de 80, com instalações muito precárias, e já foi quase totalmente desativado.

O Corpo de Bombeiros, segundo o comandante-geral coronel Felipe Chianca, mantem uma sala no local com quatro servidores para atender as atividades de vistoria técnica nos estabelecimntos do município. O secretário de Defesa, Segurança e Cidadania (Sesdec), Lioberto Caetano, disse que além de investir na estrutura da segurança o governo tem feito esforço imenso na capacitação de todas as forças de segurança, algo que tem contribuído muito para melhorar o setor.

A prefeita Rosani Donadon elogiou a gestão do governador Confúcio Moura, uma gestão “municipalista e parceira” das prefeituras de Rondônia.

Segundo a coordenadora do Pidise, Maria Emilia da Silva, outros projetos de Unisp estão em andamento. Para Nova Mamoré, deve ser assinada ordem de serviço esta semana; em Alvorada do Oeste falta apenas mobiliar o prédio e em Buritis deve ser feita nova licitação porque a empreiteira abandonou a obra.

Participaram do evento os deputados Luizinho Goebel, Rosangela Donadon; diretor da Policia Civil Eliseu Muller, o secretário regional Ronaldo Davi Alevato, vereadores e outras autoridades.
Fonte:SECOM

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp