Connect with us

Futebol

Flu vê fantasma da 2ª divisão rondar ‘matriz’ e ‘filial’

Publicado

on

Parceiro do Tricolor na Eslováquia também luta contra o rebaixamento.

 

Com 31 pontos e apenas uma posição acima da zona de rebaixamento, após um início de ano promissor com o título da Taça Guanabara, o Fluminense vive, mais uma vez, o drama da possibilidade de ser rebaixado.

Mas a situação não está ruim para o clube apenas no Brasil. A filial tricolor na Eslováquia, o Samorin, amarga a 13ª posição entre os 16 clubes que disputam a Liga II, espécie de segunda divisão local.

“O projeto é muito importante para Xerém e para o Fluminense. É um projeto de formação que não pode ser encarado com imediatismo. A estratégia foi feita e seguimos sempre nos adaptando, claro. Tivemos um início de temporada ruim na Europa, mas era algo esperado. Naturalmente, os atletas que vieram do Brasil necessitavam de algumas semanas para adaptação. Este fato, somado às lesões que tivemos na pré-temporada, atrapalharam um pouco o nosso resultado no início, mas agora já recuperamos”, disse Marco Manso, diretor esportivo do Samorin, ao UOL.

No Brasileiro, o Fluminense vem com uma sequência de maus resultados: são quatro derrotas nos últimos cinco jogos e um empate. A última vitória foi dia 21 de agosto contra o Atlético-MG.

“Não podemos fazer uma comparação entre o momento do Fluminense daqui com o da Europa, pois são dois projetos distintos. Lá, o principal objetivo é o desenvolvimento dos atletas e dos profissionais da base. Aqui, temos como meta as vitórias e ser campeões. Além disso, as competições estão em estágios diferentes. E também é injusto falar de rebaixamento no Samorin quando o time vem de três jogos de invencibilidade. Sobre o futebol profissional do Fluminense, foi amplamente divulgado desde o início do ano que a gestão do futebol iria trabalhar com um orçamento muito restrito e sem reforços. Sabemos que o momento é ruim, mas existe uma união, respeito e um projeto em torno do Abel. Confiamos que esta fase vai passar”, disse o gerente de futebol do Flu, Marcelo Teixeira.

O clube ainda tem esperanças na Sul-americana. Após eliminar a LDU, o Tricolor enfrenta agora o Flamengo pelas quartas. No Brasileiro, a próxima partida também é contra o rival.

Fonte: noticias ao minuto

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp