Connect with us

Esporte

Parecia pegadinha, mas não era: sheik do Catar vem ao Brasil para ajudar a Chapecoense

Publicado

on

No dia seguinte ao acidente da Chapecoense, uma pessoa se dizendo representante de um sheik árabe ligou para o clube se dispondo a ajudar. Educadamente, a primeira reação foi anotar o telefone de contato da pessoa e dizer que estavam de portas abertas. Um novo contato foi feito dias depois, dizendo que o sheik visitaria o clube nos próximos dias. A visitação nunca aconteceu e o assunto passou a ser lembrado em momentos de rara descontração nos bastidores do clube.

O que era tratado com status de “pegadinha” no clube, surpreendentemente, tornou-se realidade nesta semana, quando chegou uma comunicação formal da CBF avisando: o sheik do Catar está a caminho do Brasil. Tamim bin Hamad bin Khalifa Al Thani chegará no sábado à Arena Condá. Quer trazer apoio ao clube vitimado pelo acidente que matou 71 pessoas na Colômbia.

A CBF está organizando a chegada da autoridade árabe ao Brasil. Ele entrou em contato com a entidade há alguns dias, dizendo que estava muito sensibilizado com a tragédia do clube e se oferecendo para ajudar no que fosse preciso. O sheik será acompanhado pela embaixada do Catar no Brasil.

PAULO LISBOA/BRAZIL PHOTO PRESS/LATINCON

Tragédia com avião que levava a Chapecoense está sendo investigada
Tragédia com avião que levava Chapecoense despertou solidariedade do mundo árabe

A ideia inicial do sheik era estar presente no velório das vítimas, realizado há pouco menos de duas semanas, mas a viagem acabou sendo adiada. O sheik teve contato com o ex-técnico Caio Júnior quando o brasileiro trabalhou no Al-Gharafa, entre 2009-2011. Apaixonado por futebol, Al Thani teria ficado bastante sensibilizado com a morte do treinador.

Michael Jackson 

Até o contato da CBF, a oferta do sheik era vista como parte de ligações que mais parecem brincadeiras de mau gosto. Uma delas vem de uma pessoa que se identificou como filho do cantor Michael Jackson.

Na ligação, o suposto parente da lenda do pop tomou nota dos dados bancários do clube e ficou de depositar um valor para ajuda. A quantia, no entanto, até agora não apareceu nas contas da Chapecoense.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp