Connect with us

Novelas

Começou o combate ao terrorismo na área rural do estado

Publicado

on

Artigo

Começou o combate ao terrorismo na área rural do estado

Não foi por falta de aviso! Nessa semana ainda, a coluna alertou que estava em andamento a preparação de uma grande operação policial, para tentar acabar com a violência no campo. O primeiro passo foi dado contra ex policiais, que formavam um grupo de ataque na região de Urupá. Lá, o grupo estaria aterrorizando os assentamentos Padre Ezequiel em Mirante da Serra e Margarida Alves, em Nova União, realizando espancamento, cárcere privado e ameaças. Agora, começou a segunda parte da ação conjunta das polícias: o combate ao outro lado do crime, que envolve invasores de propriedades. Um dos principais alvos são membros da terrorista Liga dos Camponeses Pobres, a LCP, que aterroriza fazendeiros em várias regiões do Estado, mas principalmente na área de Seringueiras. Pelo menos uma dezena de prisões foram decretadas pela Justiça e serão cumpridas por uma equipe comandadas por delegados. O objetivo da ação que reúne policiais de vários setores da segurança, é acabar com o terrorismo causado pela organização criminosa contra a população da região, assim como contra os produtores locais. Membros dessa organização criminosa invadem as propriedades, destroem residências, executam os animais e destroem as produções agrícolas da região de Alvorada do Oeste, Seringueiras, Ji-Paraná, Jaru e Theobroma. Na região de Seringueiras, aliás, há pouco tempo, os terroristas atiraram contra helicóptero da PM, que estava se preparando para uma reintegração de posse numa fazenda.

O nome “Nuvem de Gafanhoto”, criada para a ação, é condizente com a operação . Gafanhotos atacam plantações e as destroem. É assim que fazem alguns dos membros da LCP, MST e outros movimentos semelhantes. Não trabalham, quando ganham terra, a vendem e invadem outras áreas para fazer dinheiro e, mais que isso, desrespeitam as leis, andando fortemente armados e utilizando táticas de guerrilha, ensinadas por membros da agora pacificada FARC colombiana. Claro que a responsabilidade é dos líderes, porque a maioria dos membros são apenas massa de manobra. A ação da polícia, enfim, pretende acabar com a baderna dessas organizações. Os produtores rondonienses estão comemorando a ação das nossas polícias. Ela é muito bem vinda!

Fonte: rondoniavip

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp