Connect with us

Esporte

Em nota, Timão repudia ação da PM do Rio no Maraca: “Atitude covarde”

Publicado

on

Diretoria condena o procedimento adotado pela Polícia Militar do Rio de Janeiro, que segurou os torcedores no setor visitante até identificar agressores. 40 foram detidos.

A diretoria do Corinthians se manifestou contra a ação da Polícia Militar do Rio de Janeiro, quemanteve torcedores no setor visitante do Maracanã até identificar 40 torcedores que teriam agredido policiais em conflito antes do jogo, e que foram levados para a delegacia.

Com palavras fortes, a nota oficial chama o procedimento de “atitude covarde”. Confira abaixo:

O Sport Club Corinthians Paulista repudia a atitude covarde tomada pela Polícia Militar do Rio de Janeiro após o jogo da tarde deste domingo (23) contra a equipe do Flamengo.

A fim de capturar 40 torcedores que supostamente se envolveram em briga com policiais, a PM aprisionou 3 mil torcedores do Corinthians no Estádio do Maracanã, fez com que todos eles tirassem a camisa e está liberando a saída de cinco em cinco pessoas.

É inaceitável que uma briga aconteça dentro do estádio entre alguns torcedores e a Polícia e a mesma não tenha capacidade de prender em flagrante os envolvidos, fazendo com que todos os outros corinthianos que lá estejam sejam agredidos como cidadãos.

A segurança dentro dos estádios já não está boa há muito tempo. Esta ação covarde e despreparada da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro é mais um triste episódio. A barbaridade cometida esta noite precisa ser avaliada pelas autoridades públicas competentes, a fim de que as pertinentes punições não se restrinjam aos torcedores envolvidos na briga.

O Corinthians exige uma atitude urgente do Secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro para punir o descalabro perpetrado esta tarde por policiais militares no estádio do Maracanã.

Fonte: globoesporte

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp