Connect with us

Olimpíadas Rio 2016

Órgãos de técnico alemão morto na Rio-2016 são transplantados no Brasil

Publicado

on

O coração do alemão Stefan Henze, de 35 anos, técnico de canoagem alemão morto num acidente de automóvel ocorrido durante a Olimpíada continua batendo. E não só. O fígado e dois rins do treinador seguem funcionando. Foram transplantados em quatro brasileiros na madruga de segunda para terça-feira (16).

A captação dos órgãos foi feita até meia-noite segunda-feia (15), horas depois de o Confederação Alemã de Esportes Olímpicos confirmar a morte cerebral de Henze. O técnico estava num táxi que se envolveu num acidente na sexta-feira (12). Desde então, ele estava internado no Hospital Miguel Couto. Não resistiu.

A família de Henze autorizou o transplante de seus órgãos. Ainda na segunda-feira, o coração do alemão foi levado ao INC (Instituto Nacional de Cardiologia), que confirmou a realização de um transplante. “O INC confirma o recebimento de um coração nesta segunda-feira. A receptora, uma mulher de 66 anos, já realizou o transplante e seu quadro de saúde é estável”, informou.

Segundo o UOL Esporte apurou, a paciente sofria de miocardiopatia dilatada, uma espécie de inflação crônica da parede muscular do coração. Esperava pelo transplante há cerca de ano. Seu nome não foi divulgado.

Técnico de canoagem slalom, Henze também era medalhista olímpico. Conquistou a medalha de prata na categoria C2 da canoagem slalom nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. Um ano antes, tinha sido campeão mundial da modalidade.

Na última sexta, Henze voltava à Vila dos Atletas na madrugada quando o táxi em que estava colidiu em um poste. Ele estava acompanhado de outro integrante da comissão técnica da canoagem alemã, Cristian Katini, que sofreu apenas ferimentos leves.

A morte do técnico foi lamentada pelo presidente da confederação olímpica alemã, Alfons Hörmann. “Estamos muito tristes hoje. Palavras não podem descrever aproximadamente o que nós do Time Olímpico estamos sentindo após essa terrível perda”, disse Hörmann.

 O Time Olímpico Alemão presta homenagem a Henze nesta terça-feira. A bandeira do país está a meio-mastro na Vila Olímpica.

O COI (Comitê Olímpico Internacional) também lamentou a morte do técnico em nota. “O Comitê Olímpico Internacional lamenta a perda de uma pessoa com verdadeiro espírito olímpico. Nossos sentimentos à família de Stefan Henze e todos os membros do time alemão de canoagem. Vamos honrar a memória dele amanhã, dia 16, hasteando a bandeira alemã a meio mastro em todas as áreas de competições”.

Fonte: BOL

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp