Connect with us

Entretenimento

Padre Fábio de Melo culpa mulheres por violência doméstica: “Fui infeliz”

Publicado

on

Vídeo antigo de sermão circulou na web no fim de semana e padre se retratou nas redes sociais: “Fui infeliz na linguagem”

Queridinho nas redes sociais, a semana não começou bem para o Padre Fábio de Melo. Nesta segunda-feira (27), o padre usou seu Twitter para esclarecer um polêmico vídeo que foi resgatado no fim de semana, em que, em um sermão sobre a violência doméstica, ele afirma: “O agressor só se torna agressor porque a vítima o autoriza”.

Padre Fábio de Melo teve que se desculpar nas redes sociais sobre vídeo de violência doméstica
KADIDJA FERNANDES/DIVULGAÇÃO

Padre Fábio de Melo teve que se desculpar nas redes sociais sobre vídeo de violência doméstica

Thiago Pasqualotto foi um dos primeiros a repercutir o vídeo no Twitter. “Sempre digo às mulheres que são agredidas, ela quem vai determinar no primeiro dia da agressão se ele vai ter o direito de agredi-la a vida inteira ou não. Não é nenhuma palavra nem um grito que vai dizer ‘não me bata’, mas é o seu jeito de ser mulher”, diz outro trecho do sermão.

Nesta segunda-feira (28), o próprio padre respondeu a Thiago. “Prezado @thiago_p , o vídeo creio ser de 2006. Na época eu falava das mulheres que não denunciam os agressores. Eu motivava a denúncia.” Mas a resposta só aumentou a discussão com outros usuários e o padre Fábio de Melo decidiu então se pronunciar sobre o assunto.

“Peço perdão. Eu nunca pretendi dizer que a vítima é culpada. Apenas salientei que a não denúncia reforça o agressor. É muito desconfortável ser promotor do que abominamos. Culpar a vítima é abominável. Se fui infeliz na linguagem, resta-me retratar. Sempre refleti sobre o risco que uma relação afetiva tem de evoluir para o sequestro da subjetividade. Cresci entre as minorias. Nunca me distanciei dos sofrimentos que vi de perto. Por isto faço questão da retratação”, escreveu.

  Fonte: IG

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos Reservados © 2020 De Fato Rondônia, Por Anderson Leviski

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
WhatsApp Fale via: WhatsApp